Ronaldo é nomeado membro do COL para a Copa de 2014

O ídolo Ronaldo anunciou que estará presente à Copa do Mundo de 2014 no Brasil. Porém, ao contrário do que aconteceu nos Mundiais de…

Por Redacao em 01/12/2011

Ronaldo e Ricardo Teixeira durante o anúncio do Fenômeno como membro do COL. (Foto/Divulgação)

O ídolo Ronaldo anunciou que estará presente à Copa do Mundo de 2014 no Brasil. Porém, ao contrário do que aconteceu nos Mundiais de 94, 98, 2002 e 2006, desta vez, a missão do Fenômeno será fora dos gramados, como membro do Conselho de Administração do Comitê Organizador Local (COL) para a Copa de 2014.

O anúncio da nova função de Ronaldo aconteceu no Hotel Sheraton, na Zona Sul do Rio de Janeiro, na manhã desta quinta-feira, onde o ex-ídolo da seleção foi nomeado para o cargo pelo presidente da CBF, Ricardo Teixeira.

Ainda se acostumando às novas atribuições e disposto a aprender para participar da organização da melhor Copa do Mundo dos últimos tempos, Ronaldo revelou que seu maior desejo é fazer a Copa para o povo. “Vou trabalhar como a voz do comitê. Graças à minha carreira, credibilidade, tudo o que conquistei com o povo brasileiro jogando futebol, eu não quero jogar tudo isso fora. Quero fazer um trabalho para o povo. Minha ideia é aproximar a população do Mundial e ao término da Copa ver que o povo sentiu orgulho do nosso trabalho e do evento”, contou o Fenômeno durante entrevista coletiva.

A escolha de Ronaldo para compor o conselho de administração da Copa segue a mesma linha já adotada em Mundiais anteriores, quando outros dois ex-jogadores e ídolos participaram da organização da Copa em seus países, casos de Michel Platini, no Mundial da França, em 1998, e de Franz Beckenbauer, na Copa da Alemanha, em 2002.

Destaque dos Mundiais dentro das quatro linhas, já que é o maior goleador de todas as edições de Copas do Mundo, com 15 gols, Ronaldo tentará se transformar em um Fenômeno também longe dos gramados, com uma participação ativa e transparente. Esse, pelo menos, é o desejo do povo brasileiro, acostumado a aplaudir Ronaldo pelos golaços em campo.

Top