Robin Willians fala sobre alcoolismo em entrevista

Robin Willians, de 60 anos, conversou com o Jornal da Tarde, publicado nesta quarta-feira (23), e abriu o jogo sobre os problemas de sua…

Robin Willians, de 60 anos, conversou com o Jornal da Tarde, publicado nesta quarta-feira (23), e abriu o jogo sobre os problemas de sua vida pessoas e a grande carreira como ator. Robin que sempre foi conhecido por seus personagens alegres e engraçados em filmes, teve sua carreira marcada pelo alcoolismo do qual se curou com terapia.

Durante a entrevista, Robin falou sobre o filme “Happy Feet 2”, no qual ele dubla dois pinguins, além de contar um pouco sobre sua família, sobre realizações profissionais e até de seu problema com o alcoolismo, o que lhe obrigou a deixar a carreira de lado durante um tempo.

O ator disse que durante um tempo foi muito difícil assumir que era alcoólatra mas hoje entende que isto é uma doença e que a aceitação de que estava realmente doente, foi um grande passo para sua recuperação.

Bom, isso aconteceu comigo. Houve um momento em que me perguntei: ‘E aí, vou conseguir falar disso?’ E isso me ajudou. É parte da terapia. Para um comediante, é inescapável, você precisa falar. Fui para reabilitação. Não vou mentir ou negar isso.”

Robin ainda falou sobre o espetáculo “Armas de Destruição de Massa”, onde fala sobre diversos assuntos, inclusive de sua operação cardíaca. De acordo com o ator, o stand up serviu como um divã e lhe ajudou muito.

Quando eu acordei da cirurgia, perguntei: ‘Meu Deus, onde estou? Vi aquele monte de fios saindo do meu peito. Aquilo foi ‘Uou!’. Ganhei a chance de recomeçar do zero de novo, de coração novo. Sou muito sortudo por estar vivo. A única palavra que posso usar é essa: sou grato. Há muito pelo o que tem agradecido. Então foi terapêutico falar de coisas como minha cirurgia do coração, o sexo depois dela e simplesmente a ideia do que vai ser minha vida depois disso. Eu tenho mais por vir, tenho certeza”, disse Robin.

Leia Também:  Amanda Bynes pode ter esquizofrenia e transtorno bipolar

Top