Riscos de não vacinar os filhos

Existem diversos mitos e verdades sobre as vacinas. Algumas pessoas ficam em dúvida se esses medicamentos fazem bem ou mal a saúde de seus…

Por Editorial MDT em 19/01/2012

A vacina é uma proteção contra doenças

Existem diversos mitos e verdades sobre as vacinas. Algumas pessoas ficam em dúvida se esses medicamentos fazem bem ou mal a saúde de seus filhos. Para resolver essa questão, mostraremos quais as possíveis consequências quando não se vacina uma criança.

A ação da vacina

As vacinas utilizam os mesmos agentes causadores das doenças, mas inativados, atenuados, modificados ou utilizados apenas em parte. Quando a criança é vacinada, seu organismo produz anticorpos para aquele agente específico. Assim, ao entrar em contato com o vírus ou a bactéria causadores da doença, seu filho está preparado para combater o problema sem adoecer.

Consequências de não tomar a vacina

A principal consequência ao não vacinar uma criança é que, o pequeno fica desprotegido contra várias doenças. Além disso, mesmo doenças que não são graves podem acabar se tornando perigosas naquele indivíduo, pois ele não possui proteção.

Um bom exemplo para mostrarmos isso é a vacina contra poliomielite. Antigamente havia muitos casos dessa doença em nosso país, resultando em danos nos nervos, deixando a criança com alguma sequela, como paralisia. Quando o governo colocou nas redes básicas de saúde a vacina contra esse agente, a doença foi quase erradicada. Outra vantagem é que, mesmo se alguma criança entrar em contato com o vírus da poliomielite, ela pode não desenvolver a doença e caso desenvolva, será de forma extremamente branda, sem consequências.

A vacina da poliomielite erradicou a doença em nosso país

Vacinas como as contra pneumonia e meningite, podem não proteger completamente a criança desses agentes infecciosos. Porém, se o pequeno se infectar com alguns desses microrganismos, a doença não se tornará grave, pois ele possuirá defesa. 

Efeitos colaterais das vacinas

Alguns pais têm medo de levar seus filhos para tomar esses medicamentos devido aos efeitos colaterais que podem causar. Mas, é importante lembrar que os efeitos não são graves e a proteção é muito mais importante. 

Os efeitos que podem ser apresentados após a administração de uma vacina são: mal-estar, febre, inchaço e dor no local da picada, irritabilidade. Esses sintomas melhoram com compressa morna, antitérmicos, repouso e muito carinho.

Segurança das vacinas

Vacinas são quase 100% seguras. Reações graves, como complicações neurológicas ou mesmo a doença que a vacina evitaria, são muito raras. Em média, ocorrem na proporção de 1 para cada 200 mil aplicações.

Para ver seu filho feliz e saudável, não deixe de vaciná-lo

Se você ama seu filho, é importante levá-lo para tomar todas as vacinas necessárias e na data certa. Dessa forma, você protege seu pequeno de diversas doenças, proporcionando a ele uma vida mais saudável.

Top