Resultado individual do Enem 2011

O resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que deveria ser divulgado no início de janeiro (2012), já está disponível no site do…

Por Élida Santos em 21/12/2011

Os participantes do Enem 2011, realizado no último semestre, podem consultar suas notas (Foto: Divulgação)

O resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que deveria ser divulgado no início de janeiro (2012), já está disponível no site do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais). As pessoas que participaram das provas aplicadas em outubro de 2011 podem consultar no site a partir desta quarta-feira, 21 de dezembro, sua pontuação, que poderá ser utilizada para o ingresso na universidade. O Ministério da Educação (MEC) abrirá as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), na próxima segunda feira, 26 de dezembro. O Sisu é um dos meios que as pessoas que realizaram o Enem possuem para ingressar na universidade sem ter que pagar pela graduação.

Para ter acesso à nota do Enem, o estudante deve informar o número do CPF, juntamente com a senha que foi cadastrada no site no ato da inscrição para a prova, conforme solicitado pelo portal eletrônico. Se o estudante não se lembrar da senha de acesso, é possível recuperá-la no próprio site do Inep. O informativo com as notas apresenta o desempenho de cada candidato separado por provas (matemática, linguagens, ciências da natureza e humanas), além do resultado referente a redação.

Os estudantes poderão se inscrever no Sisu a partir do dia 26 de dezembro (Foto: Divulgação)

O método utilizado na correção das provas do exame é a Teoria de Resposta ao Item (TRI), modelo estatístico que possibilita que diferentes edições da avaliação sejam comparadas. Para calcular a nota do estudante, foi levado em conta não comente o número de acertos, mas também o nível de dificuldade de cada questão. Por exemplo, se a maioria dos estudantes errarem uma questão ela é considerada difícil, portanto, as pessoas que acertaram a resposta terão uma pontuação maior nessa questão se comparada com perguntas que muitas pessoas acertaram. Por isso, candidatos que tiveram o mesmo número de acertos podem ter uma média final distinta.

Nesse sistema de avaliação (TRI) não existe uma pontuação mínima ou máxima, exceto para a redação, que é avaliada de 0 a 1000. De acordo com o desempenho geral dos participantes da prova, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais elabora uma escala de notas mínimas e máximas que permite ao candidato comparar o seu desempenho com relação aos seus “concorrentes”. Essa escala avaliativa utilizada para a correção das provas será divulgada pelo Inep em breve.

Top