Resultado das Eleições 2014

O resultado das Eleições 2014 deve ser confirmado por volta das 21 horas desse dia 5 de outubro. O Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) começará…

Por Élida Santos em 05/10/2014

O resultado das Eleições 2014 deve ser confirmado por volta das 21 horas desse dia 5 de outubro. O Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) começará a fazer a apuração ás 19 horas, sendo que as pessoas poderão votar somente até às 17horas, quando as votações serão encerradas. Alguns estados possuem fuso horário diferenciados de Brasília, como é o caso do Acre, que terminará as eleições uma hora depois de boa parte do país.

Resultado das Eleições 2014 (Foto: Divulgação)

Leia mais informações sobre: Como Escolher O Candidato Certo Nas Eleições 2014

Resultado das Eleições 2014

O resultado das Eleições 2014 será divulgado de modo parcial e acontecerá ao longo dessa noite, até que às 21 horas, ou até mesmo antes, quando todas as urnas deverão ser abertas e os votos computados. Às 19 horas cerca de 60% das unas do Brasil devem estar abertas e a conferência em pleno vapor.

Resultado parcial das eleições 2014 (Foto: Divulgação)

Segundo turno das eleições presidenciais

As eleições presidenciais devem ter segundo turno. De acordo com as pesquisas realizadas nos dias anteriores ao das eleições 2014 o candidato do PSDB, Aécio Neves, estava crescendo nas pesquisas e tomando o lugar de Marina Silva, do PSB, que estava vindo de modo forte nas pesquisas anteriores com chances reais de vencer Dilma Rousseff no segundo turno. Segundo turno haverá, de acordo com as pesquisas, mas só cabe saber quem será o oponente da atual presidente, representante do PT.

Saiba mais informações sobre: Aprenda A Usar A Urna Eletrônica Nas Eleições 2014

 

Confira o resultado das eleições (Foto: Divulgação)

Pesquisa para os governos dos estados brasileiros

Até que o resultado oficial do TSE não seja divulgado, confira as pesquisas na corrida pelos governos de todos os estados brasileiros:

– Acre

Tião Viana – (PT) – 50%

Tião Bocalom – (DEM) – 24%

Márcio Bittar – (PSDB) – 24%

– Alagoas

Renan Filho – (PMDB) – 54%

Benedito de Lira – (PP) – 37%

– Amazonas

Eduardo Braga – (PMDB) – 51%

José Melo – (PROS) – 35%

 

– Amapá

Waldez Goés – (PDT) – 45%

Camilo Capiberibe – (PSB) – 23%

Lucas Barreto – (PSD) – 17%

 

– Bahia

Paulo Souto – (DEM) – 46%

Rui Costa – (PT) – 46%

 

– Ceará

Eunício Oliveira – (PMDB) – 50%

Camilo Santana – (PT) – 44%

 

– Distrito Federal

Rodrigo Rollemberg – (PSB) – 46%

Jofran Frejat – (PR) – 24%

Agnelo Queiroz – (PT) – 23%

– Espírito Santo

Paulo Hartung – (PMDB) – 52%

Renato Casagrande – (PSB) – 37%

– Goiás

Marconi Perillo – (PSDB) – 47%

Iris Rezende – (PMDB) – 30%

 

– Maranhão

Flavio Dino – (PC do B) – 59%

Lobão Filho – (PMDB) – 38%

 

– Minas Gerais

Fernando Pimentel – (PT) – 61%

Pimenta da Veiga – (PSDB) – 31%

 

– Mato Grosso do Sul

Delcídio do Amaral – (PT) – 44%

Reinaldo Azambuja – (PSDB) – 38%

 

– Mato Grosso

Pedro Taques – (PDT) – 55%

Lúdio Cabral – (PT) – 34%

 

– Pará

Helder Barbalho – (PMDB) – 48%

Simão Jatene – (PSDB) – 46%

 

– Paraíba

Cassio Cunha Lima – (PSDB) – 47%

Ricardo Coutinho – (PSB) – 47%

 

– Pernambuco

Paulo Câmara – (PSB) – 61%

Armando Monteiro – (PTB) – 37%

 

– Piauí

Wellington Dias – (PT) – 57%

Zé Filho – (PMDB) – 31%

 

– Paraná

Beto Richa – (PSDB) – 52%

Roberto Requião – (PMDB) – 34%

 

– Rio de Janeiro

Luiz Fernando Pezão – (PMDB) – 36%

Anthony Garotinho – (PR) – 25%

Marcelo Crivella – (PRB) – 22%

 

– Rondônia

Confucio Moura – (PMDB) – 43%

Expedito Júnior – (PSDB) – 35%

 

– Rio Grande do Norte

Henrique Alves – (PMDB) – 50%

Robinson Faria – (PSD) – 42%

 

– Roraima

Chico Rodrigues – (PSB) – 42%

Suely Campos – (PP) – 34%

 

– Rio Grande do Sul

Tarso Genro – (PT) – 36%

Ana Amélia Lemos – (PP) – 29%

José Ivo Sartori – (PMDB) – 29%

 

– Santa Catarina

Raimundo Colombo – (PSD) – 57%

Paulo Bauer – (PSDB) – 22%

 

– Sergipe

Jackson Barreto – (PMDB) – 55%

Eduardo Amorim – (PSC) – 42%

– São Paulo

Geraldo Alckmin – (PSDB) – 59%

Paulo Skaf – (PMDB) – 24%

 

– Tocantins

Marcelo Miranda – (PMDB) – 59%

Sandoval Cardoso – (SD) – 37%

 

Os resultados parciais das eleições 2014 serão publicados no site http://www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-2014/eleicoes-2014 até a finalização da apuração.

Top