Ressaca: mitos e verdades

Ressaca: mitos e verdades

Muitas pessoas gostam de sair para se divertir e beber uns bons drinks. O problema é que, em algumas ocasiões, é possível exagerar na…

Por Editorial MDT em 13/10/2013

Muitas pessoas gostam de sair para se divertir e beber uns bons drinks. O problema é que, em algumas ocasiões, é possível exagerar na quantidade de bebida, o que resulta, no dia seguinte, em uma sensação muito desconfortável de incômodo gástrico, náusea, sede e muita dor de cabeça. Esclareça algumas dúvidas sobre o assunto e confira mitos e verdades sobre a ressaca.

Exagerar na quantidade de bebida alcoólica resulta em ressaca. (Foto: divulgação)

Mitos e verdades sobre a ressaca

  • Tomar uma colher de azeite antes e depois de beber combate a ressaca

Mito. O azeite é um ótimo alimento para a saúde, mas não existe nenhuma comprovação científica de que ele seja capaz de curar ou prevenir a ressaca. A ideia de que o óleo seja capaz de revestir e impermeabilizar a absorção de álcool pelo sistema gastrintestinal não passa de crendice popular.

  • Beber de estômago vazio faz o álcool subir mais rápido

Verdade. Para prevenir a ressaca é recomendado fazer uma refeição leve antes de começar a beber a primeira dose de álcool. Um sanduíche leve e um copo de suco já é o suficiente para retardar a absorção de álcool pelo organismo.

É importante se manter bem hidratado e se alimentar de comidas leves. (Foto: divulgação)

  • Comer um doce antes de começar a beber previne ressaca

Mito. Na verdade o efeito pode ser mais perigoso do que se imagina. Por ser rico em carboidrato de rápida absorção, o açúcar do doce será metabolizado primeiro, deixando o álcool da bebida em segundo plano. O resultado é que aumenta consideravelmente as chances passar dos limites, uma vez que a pessoa deixa de sentir os efeitos imediatos do álcool e continua bebendo.

  • Alimentos leves são os mais recomendados no dia da ressaca

Verdade. Comer algo doce ou gorduroso demais não vai ajudar a curar a ressaca mais rápido e, pelo contrário, pode até prolongar os desconfortáveis sintomas de azia. Isso ocorre porque o álcool é capaz de irritar a mucosa gástrica, fazendo com que a pessoa de ressaca acorde com uma leve gastrite. Ingerir alimentos sem muito tempero, como sopas, caldos, chás e frutas, dá o tempo necessário para o organismo se recuperar.

  • Beber mais uma dose ao acordar de ressaca ajuda a resolver o problema

Mito. Os sintomas de ressaca indicam que falta água e glicose no organismo. Por isso, o ideal para acabar com o problema é beber muita água e sucos naturais, e se alimentar bem. Tomar outra dose pode até fazer algumas pessoas se sentirem melhor, já que mantém os níveis de álcool no sangue, mas o problema é que, assim que a pessoa parar, vai se sentir muito pior.

Beber uma dose adicional não ajuda a curar a ressaca. (Foto: divulgação)

As bebidas alcoólicas são cercadas de mitos e verdades e a ressaca é um problema que todos tentam evitar. Para prevenir esse tipo de problema é preciso conhecer mais sobre o assunto e tomar as decisões certas para a saúde.

Top