Ressaca: dicas de como curar

No fim do ano é bastante comum abusar um pouco nas comemorações e passar da medida na hora de beber. No momento tudo pode…

No fim do ano é bastante comum abusar um pouco nas comemorações e passar da medida na hora de beber. No momento tudo pode ser muito divertido, entretanto, no dia seguinte a coisa complica e a indesejada ressaca é capaz de acabar com os ânimos de qualquer pessoa. A ciência ainda não descobriu nenhum tipo de medicação capaz de prevenir esse problema, porém é possível fazer uso de alguns alimentos que ajudam essa situação a passar mais rápido. Confira dicas de como curar a ressaca.

Conheça os principais sintomas da ressaca e veja 7 dicas que podem ajudar a combatê-la.

Algumas medidas simples podem ajudar na recuperação da ressaca. (Foto: divulgação)

1. Cisteína

O etanol é metabolizado pelo organismo em acetaldeído, responsável por causar todos os sintomas da ressaca, como dores de cabeça, náuseas e tontura. Uma ótima maneira de ajudar o organismo a se desintoxicar do acetaldeído é ingerindo a cisteína, encontrada em ovos, brócolis, pimenta, cebolas e gérmen de trigo. Esse aminoácido é o responsável pela eliminação de boa parcela do acetaldeído, diminuindo o tempo de ressaca.

2. Potássio

O álcool é responsável por inibir a produção do hormônio antidiurético, conhecido como ADH. O resultado é um número muito maior de idas ao banheiro do que o normal. O problema é que, juntamente com a água, o organismo também elimina alguns nutrientes como o potássio.

Por isso é muito importante que pessoas com ressaca ingiram alimentos ricos nesse nutriente, como a banana, suco de laranja e batata doce. A falta desse elemento resulta em problemas no sistema nervoso e muscular.

Veja alguns mitos e verdades a respeito da ressaca.

As frutas são fonte de água, potássio e frutose. (Foto: divulgação)

3. Frutose

Uma maneira rápida e muito eficiente para suprir o desfalque das reservas de energia corporal que o consumo de álcool proporciona, é ingerir frutose, o açúcar presente nas frutas. Assim é possível acelerar a metabolização e eliminação do álcool no organismo. Infelizmente, pra algumas pessoas pode ser muito difícil comer esse tipo de alimento, pois o paladar fica alterado em dias de ressaca, mas um esforço extra pode valer a pena.

Leia Também:  Cadeiras diferentes na decoração: como usar

4. Sódio

O sódio em excesso traz malefícios à saúde, especialmente de pessoas hipertensas. Entretanto, juntamente com o potássio, o sódio acaba sendo eliminado em grandes quantidades nas pessoas que fizeram uso de álcool, e vale lembrar que esse elemento é essencial para que ocorram os processos químicos de maneira adequada. Por isso é recomendado comer alguma coisa com sal ou bebida isotônica logo ao acordar.

5. Água

A desidratação está intimamente relacionada às cefaleias, sempre presentes em pessoas com ressaca. O problema ocorre porque, com a ingestão de álcool, a pessoa passa a urinar muito mais que o normal, desidratando o organismo, que passa então a “roubar” a água do cérebro. Por isso que, para melhorar o mal estar, é fundamental beber muita água.

Entenda por que fumar pode piorar a ressaca.

É importante beber muita água para se reidratar. (Foto: divulgação)

Ainda não existe nenhum tipo de medicação que impeça a ação ou formação do acetaldeído, porém, com algumas medidas simples é possível diminuir o tempo de ressaca e restabelecer o organismo mais rapidamente.

Top