Respirar pela boca prejudica a saúde bucal

Respirar pela boca prejudica a saúde bucal

A entrada e saída de ar pela boca durante a respiração pode alterar o posicionamento dos dentes e gerar efeitos nada agradáveis sobre a…

Por Editorial MDT em 23/05/2013

A entrada e saída de ar pela boca durante a respiração pode alterar o posicionamento dos dentes e gerar efeitos nada agradáveis sobre a postura da criança. Esse tipo de respiração prejudica a saúde bucal e deve ser tratado. Saiba mais sobre o assunto e veja como se livrar desse transtorno.

A respiração pela boca pode prejudicar a saúde. (Foto: divulgação)

Respirar pela boca

A respiração pela boca é um hábito que pode ser obtido desde a infância. O problema é que esse ato de não usar o nariz para respirar pode comprometer a saúde bucal e geral do indivíduo. Além do desenvolvimento anormal da face e da arcada dentária, dentes tortos, sorriso gengival e gengivite, pesquisas apontam que a oxigenação do cérebro com ar respirado pela boca pode interferir na capacidade de atenção e no rendimento escolar.

Segundo especialistas, o tratamento para respiração bucal melhora muito a qualidade de vida do indivíduo e também o seu comportamento, sua energia, sua autoestima e até mesmo o desempenho escolar. O crescimento da face sofre grande influência da respiração nasal. Quando o problema não é tratado logo no começo, a criança pode crescer com rosto fino e alongado.

Veja também quando procurar um fonoaudiólogo 

Causas da respiração bucal

As causas que influenciam na respiração bucal podem variar, sendo as mais comuns:

  • Desvios de septo;
  • Carne esponjosa no nariz;
  • Alergias;
  • Rinite;
  • Sinusite;
  • Má formação no nariz e boca;
  • Uso de chupeta e mamadeira.

    Os dentes podem ser prejudicados pela respiração bucal. (Foto: divulgação)

Tratamento da respiração bucal

Para realizar o diagnóstico correto, o ideal é consultar especialistas como otorrinolaringologista, ondontopediatra e o fonoaudiólogo. Os pais devem ficar atentos para doenças respiratórias reincidentes que acometem as crianças durante o sono. É preciso notar se a criança apresenta dificuldade em ficar com os lábios fechados, se dorme de boca aberta e se emite sons pelo nariz enquanto dorme.

É importante identificar as crises respiratórias que são acentuadas nesse período do ano, devido as variações de temperatura e ao clima seco. Se as crises forem frequentes, é preciso fazer um acompanhamento mais detalhado tanto por parte do médico quanto do cirurgião dentista, já que pode haver comprometimento de estruturas ósseas da face e arcada dentária.

É preciso tratar os fatores que causam a respiração bucal. (Foto: divulgação)

Veja também como respirar de uma forma que melhore sua saúde 

A respiração bucal é um problema que acomete grande parte das crianças e muitas vezes passa despercebida pelos pais. É importante ficar atento para esse problema, pois pode comprometer os ossos da face e até prejudicar a saúde da criança. Fique atento para os sinais de que o pequeno está respirando pela boca e procure um especialista para tratar o problema.

Top