Repúblicas de Estudantes em Belo Horizonte

O conceito de uma República de estudantes vem de muito tempo atrás, ali por volta do século XIV, em Coimbra, Portugal. Neste locais, os…

O conceito de uma República de estudantes vem de muito tempo atrás, ali por volta do século XIV, em Coimbra, Portugal. Neste locais, os moradores tomam decisões por unanimidade, enfim, contribuem com o bem comum dos outros moradores, inclusive obedecendo regras de convívio. Todos os residentes são tratados com igualdade, tornando o local comunitário e  ao mesmo tempo com espaço para liberdade individual. Existem repúblicas que aceitam apenas mulheres, outra aceitam apenas homens, embora isso não seja obrigatório. Os estados com maior número de República são São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná. No caso de MG, em Belo Horizonte, temos as seguintes (não todas) universidades que atraem os estudantes de outras regiões:

Academia de Polícia Militar de Minas Gerais

UEMG (Universidade do Estado de Minas Gerais)

EG/FJP (Escola de Governo Paulo Neves de Carvalho)

PUC-MG (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais)

UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais)

CEFET-MG (Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais)

Se você tem objetivo de estudar em uma delas ou se estabelcer na região, saiba que as possibilidades são muitas. As cidades de Ouro Preto e Belo Horizonte são uma grande referência mineira para repúblicas. Se no caso o estudante não for do local, elas servem como uma luva para esta ocasião. Localizadas nas proximidades das instituições, qualquer um pode se instalar em uma, desde que aceite seus termos.

Como são cobrados aluguéis para os moradores, recomenda-se que tenham um emprego ao entrar, evitando problemas financeiros. Todos os gastos de contas (energia, água, telefone) são divididos entre os moradores. Em alguns casos até mesmo os gastos com alimentos são rateados. É possível encontrar anúncios de vagas tanto em murais das faculdades quanto na Internet (nem todos os anúncios estão disponíveis).

Além de ser uma ótima experiência de vida e ser de grande amadurecimento para quem as utiliza, as repúblicas não buscam nenhum fim lucrativo. Organizadas pelo próprios alunos na maioria dos casos, têm o propósito de ajuda na vida do morador, provendo um local de descanso e paz para seus estudos, ou mesmo de diversão e amizade para o estudante, tudo depende dele.

Enquanto suas metas vão sendo alcançadas, ele permanece na república, mas disciplina, como já citado, é essencial para a convivência, como é em qualquer ocasião ou local. É importante saber também que quem entra está sujeito a participar de muitas festas que ocorrem com frequência. Mas fique atento à Lei do Silêncio, que deve ser respeitada e pode trazer problemas aos mais afoitos em festejar. Uma das regras estabelecidas dentro de uma república é que a disciplina deve estar sempre presente e a meta principal de todo mundo que morar em um lugar destes é estudar.

Seja como for, morar em uma república faz parte de uma fase da vida muito especial que, depois que se acaba, com certeza deixa muitas memórias  guardadas. Para conferir mais informações e ver um lugar bacana para se alojar em uma república de Belo Horizonte, faça uma boa pesquisa e levante informações seguras antes. Vale a pena também conferir o site Repúblicas BH.

 

 

Top