Repórter se demite ao vivo para lutar pela maconha

Repórter se demite ao vivo para lutar pela maconha e causa confusão. Imagine só você assistindo um jornal quando de repente a repórter resolve…

Por Élida Santos em 24/09/2014

Repórter se demite ao vivo para lutar pela maconha e causa confusão. Imagine só você assistindo um jornal quando de repente a repórter resolve que precisa se demitir para intensificar a luta a favor da maconha. A repórter Charlo Greene fez exatamente isso acabou chocando os telespectadores ao falar um palavrão ao vivo e pedir demissão do canal KTVA, no Alasca, nos Estados Unidos., de um modo abrupto e sem ter como a direção do noticiário tirá-lo do ar antes que o incidente ganhasse força.

Jornalista se demitindo ao vivo (Foto: Divulgação)

Leia mais informações sobre: FHC defende regulamentação da maconha

Repórter se demite ao vivo para lutar pela maconha

Repórter se demite ao vivo para lutar pela maconha justamente porque acredita que a droga deve ser legalizada no local onde mora. “Vou dedicar toda a minha energia para lutar pela liberdade e pela justiça, que começa com a legalização da maconha aqui no Alasca. E, sobre este trabalho, bem, não tenho escolha. Fo#$%¨&, me demito”, falou a moça sem mais delongas e sem parecer estar com medo das consequências de se demitir e de ter declarado que é a favor do uso da maconha no Alasca.

Saiba mais informações sobre drogas legalizadas: Conheça as celebridades que fumam

 

Repórter se demite ao vivo para lutar pela maconha (Foto: Divulgação)

Jornalista que apresentava jornal ficou descontente com demissão de colega

Se demitir de um emprego que não te deixa feliz é muito normal. Acontece que o modo como a jornalista resolveu pedir demissão gerou muita polêmica.  O âncora do telejornal e colega de trabalho de Charlo Greene ficou bastante tristes com a atitude da colega. Durente entrevista com um jornal local, Charlo explicou que sua intenção era chamar a atenção para sua causa que é legalizar da maconha para uso medicinal. “Se eu ofendi alguém, peço desculpas. Mas não me arrependo da maneira como agi”, falou a jornalista que se demitiu ao vivo por conta da sua causa.

Top