Repelente em crianças – cuidados

Como o nosso país é muito quente, devemos tomar alguns cuidados para evitar que as crianças sejam picadas por insetos. Ainda mais na época…

Passar repelente é muito importante, principalmente no verão, para evitar os mosquitos da dengue.

Como o nosso país é muito quente, devemos tomar alguns cuidados para evitar que as crianças sejam picadas por insetos. Ainda mais na época do verão e com a proliferação cada vez maior, do mosquito da dengue.

Uma das formas de combater a picada de mosquitos é o uso de repelentes. Porém, nem todos os produtos podem ser usados nas crianças de todas as idades.

O repelente é uma substância que deve ser aplicada sobre a pele, roupas ou outras superfícies, para impedir que insetos pousem naquele local. É importante saber que cada repelente serve para um tipo específico de inseto. Por isso, leia sempre o rótulo do produto antes de comprar ou usar.

Qual repelente comprar?

Os repelentes mais usados e que oferecem uma boa proteção contra mosquitos são os que possuem ‘DEET’ (N.N.dietil-meta-toluamida) ou permetrina, eu sua composição.

Essa é a substância mais indicada contra a maioria dos insetos, incluindo o mosquito da dengue. Ela é utilizada há 40 anos sem grandes problemas. Sua ação protetora depende da concentração. As concentrações superiores a 30% não conferem proteção muito maior, mas dura muito mais tempo na pele, ou seja, têm ação mais prolongada.

Atenção – Cuidados importantes

Primeiramente, antes de usar qualquer produto em uma criança, faça um teste. Passe uma pequena quantidade em alguma área do corpo e espere meia hora pra ver se há alguma reação como vermelhidão, coceira, dor, ardência entre outras. Só utilize o produto em outras áreas se não houver nenhuma reação diferente no organismo da criança.

Leia Também:  Alimentos orgânicos - benefícios para a saúde

Os produtos que contém DEET não devem ser aplicados em bebês com idade inferior a dois meses de idade.

As concentrações baixas, como 5 a 10%, têm uma duração muito pequena, sendo necessário aplicar o produto várias vezes durante o dia. O problema é que essa substância possui risco de toxicidade, que pode ocorrer devido a aplicações mais frequentes.

Tenha preferência pelos repelentes que possuem DEET numa concentração acima de 20%, pois conferem proteção de 80% durante 3 horas.

Evite repelente que possuem fragrâncias, pois elas atraem insetos.

O DEET é levemente tóxico para olhos e para a boca, podendo causar ardência, vermelhidão, coceira e reações alérgicas. Em contato com a mucosa pode causar sensação de queimação nos lábios e na língua. Por isso, não passe o produto nas mãos das crianças, para evitar contato com essas áreas.

Algumas marcas

Os repelentes mais conhecidos que contêm DEET são:

Autan, OFF e Repelex. Têm uma concentração de 10% do princípio ativo e possuem fragrâncias.

O Exposis, na apresentação de spray e gel, contêm 50% de DEET e só é recomendado para adultos e crianças maiores de dez anos de idade.

O Exposis infantil em gel ou cortinado possui contém concentração mais baixa e é indicado para crianças acima de dois anos.

A Permetrina (concentração de 0,5 a 1%) é um repelente e inseticida, que confere proteção maior que 90% quando aplicado em tecidos, telas e mosquiteiros. Porém, apresenta absorção cutânea baixa e é rapidamente metabolizado, por isso não deve ser utilizado na pele. Além disso, causa reações adversas como ardência, coceira e lesões.

Repelente em spray é uma ótima opção para não exagerar na quantidade.

Repelentes Botânicos

Os repelentes naturais são uma ótima opção para crianças que são alérgicas a muitas substâncias químicas. Alguns exemplos são: Citronela, cânfora, alho, eucalipto e óleo de andiroba.

Leia Também:  Importância da Atividade Física na Infância

Dicas para usar o repelente de forma segura

  • Obedeça as instruções fornecidas no rótulo;
  • Não use repelente debaixo das roupas;
  • Não aplique repelente na pele irritada ou com cortes;
  • Não aplique o produto próximo à boca ou aos olhos;
  • Use o produto com moderação ao redor das orelhas;
  • Inicie a aplicação sempre no corpo, deixando por ultimo o rosto;
  • Não utilize uma quantidade grande da substância sobre a pele;
  • Deixe o produto longe do contato de crianças;
  • Em caso de alguma reação, procure um médico imediatamente.

Top