Resgatando os brinquedos de outras gerações

Há algumas gerações era comum uma televisão ser preto e branco, as pessoas andavam a pé e os brinquedos eram mais simples, no entanto…

Por Redacao em 01/09/2012

Há algumas gerações era comum uma televisão ser preto e branco, as pessoas andavam a pé e os brinquedos eram mais simples, no entanto mais saudáveis que os atuais. A garotada não ficava “viciada” em jogos de computador, ou em brinquedos muito individuais. Era tudo feito de forma artesanal e muitas vezes para brincar em grupo, como por exemplo: a corda para pular, o jogo com bolinhas de gude, a bola para jogar com os amigos na rua. Havia competições de peão entre os meninos, a peteca era também uma ótima escolha para brincar.

Estimule a criatividade do seu filho

Brinquedos do Passado

A única energia utilizada com os brinquedos no passado era a que as crianças usavam para rodar o peão, fazer o ioiô subir e descer, pular a corda. Além de divertir o brinquedo também era um ótimo exercício físico, talvez seja por isso que as crianças de ontem não tinham tanta tendência para a engordar que as atuais, pois era exigido que elas fizessem algum esforço físico. Além de que não havia tanto problema com segurança, antes as crianças podiam ir a praças, aos parquinhos com mais liberdade e menos medo.

Sem desqualificar os brinquedos atuais, mas a verdade é que o mesmo menino que se distrai jogando vídeo game pode se distrair aprendendo a montar uma pipa, uma garota que brinca com uma boneca que fala e anda também pode se divertir com uma boneca de pano que é movida apenas pela imaginação. É através da imaginação que a criança pode aprender a inventar e a criar. Brincar também pode ser educativo, afinal aqueles que inventaram cachorros robôs que latem e pega o ossinho também aprenderam a fazer uma pipa, brincaram de pega-pega, esconde-esconde, futebol, peteca, entre outros.

Brinquedos atuais

Apesar de todas as novidades que surgem não pensem que a indústria de brinquedos renova toda hora, elas apenas mudam a fisionomia e acrescentam algumas coisas aos brinquedos antigos e acabam tornando-se novos mais uma vez, como por exemplo: a boneca que antes era de pano passou a ser de plástico e pisca os olhos, depois essa mesma boneca ficou com a cabeça de plástico e o corpo de pano e ao apertar a barriguinha ela fala alguma coisa. As coisas não mudam totalmente, apenas ficam em uma versão melhorada e atualizada.

O brinquedo é algo que está na vida de todos seja rico ou pobre, uns de forma mais sofisticadas que outros, mas com a mesma função… Divertir!

Seu filho gosta de musica? Então leia mais esse artigo sobre oficina de musica para crianças

 

 

 

 

 

Top