Redução na tarifa de ônibus no RJ

Impossível não ver o que está acontecendo no Brasil por conta do aumento das tarifas no transporte público. Milhares de pessoas saíram às ruas…

Impossível não ver o que está acontecendo no Brasil por conta do aumento das tarifas no transporte público. Milhares de pessoas saíram às ruas para protestar contra o valor considerado abusivo das passagens de ônibus, metrôs, trens e barcas. Os governantes, inicialmente, diziam que não era possível diminuir o preço, porém, a população conseguiu vencer essa batalha e grandes capitais como São Paulo e Rio de Janeiro tiveram que revogar o aumento na tarifa de transporte público.

Prefeito do Rio de Janeiro revoga aumento de tarifa (Foto: Divulgação)

Tarifa de ônibus no Rio de Janeiro

No Rio, por exemplo, a tarifa de ônibus baixou de R$ 2,95 para R$ 2,75 e o aumento de trem, metrô e barcas foi suspenso. O valor antigo para ser transportado por esses meios volta a valer já nesta quinta-feira (20 de junho). A população continua fazendo protestos para pedir uma melhor qualidade no serviço público de transporte, que sempre falham, deixando de funcionar, além de ocasionar vários transtornos diários, como superlotação.

Protesto no RJ chamou a atenção do mundo (Foto: Divulgação)

Onda de protestos contra aumento de tarifa de ônibus em todo o Brasil

Tudo começou com um protesto organizado na cidade de São Paulo, onde no dia 6 de junho, quinta-feira, uma multidão ganhou as ruas para pedir a diminuição da tarifa de ônibus. A resposta ao protesto foi uma repressão com violência por parte da polícia, que alegou está combatendo baderneiros, já que atos de vandalismo foram registrados na ocasião.

Depois disso, artistas pelo Brasil apareceram em fotos na internet com um dos olhos roxo, como prova de apoio a população e pessoas feridas nesse dia em São Paulo. Em especial uma repórter da Folha de São Paulo, que foi atingida no olho por uma bala de borracha.

Continuar Lendo  Água – Evitando Desperdícios

Em seguida, novas manifestações foram organizadas em várias cidades do Brasil, levando novamente multidões às ruas, que pediam além da diminuição da passagem de ônibus, paz, saúde, educação, e combate a corrupção no país. Frases como “vem pra rua” e “o gigante acordou” foram utilizadas nas faixas e redes sociais para remeter as manifestações. Depois de tanta pressão os governantes resolveram baixar as tarifas de ônibus, mas as manifestações prometem continuar em prol de outros temas e reivindicações.

Top