Redução na conta de luz pode ser automática para famílias de baixa renda

PUBLICIDADE

Existe uma lei que foi projetada para garantir desconto nas contas de energia para as famílias que são consideradas de baixa renda e que estejam cadastradas no CadÚnico. Esta lei foi aprovada no dia 19 de agosto. 

Esse benefício garantirá 65% de desconto nas contas de luz. No entanto, é necessário que o projeto ainda seja analisado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Quem terá direito a redução na conta de luz?

Terão direito às famílias já inscritas no programa social CadÚnico e TSEE, que sejam de baixa renda, com até meio salário mínimo ou menor que R$ 550,00. Ap se encaixar nestes requisitos, as famílias irão possuir um desconto de até 65% em suas contas de energia elétrica. A inclusão será feita de forma automática.

PUBLICIDADE

Aposentados com mais de 65 anos e também deficientes integrados no BPC/LOAS, que é pago pelo INSS, terão direito de ter a conta reduzida caso seja confirmado que possuem baixa renda.

Conta de Luz para Cadastro único
Fonte/Reprodução: Cadastro Único

Caso haja algum familiar que demande no consumo de energia elétrica por fazer tratamentos com ajuda de aparelhos, será garantido à família uma redução no valor da conta desde que possuam renda de até R$ 3,300.

Esse projeto que passará pela revisão de Jair Bolsonaro consiste no consumo de energia igual ou inferior a 30 kWh por mês e é aí que entra os 65% de desconto; para os consumos entre 31 kWh a 100 kWh por mês será de 40%; de 101 kWh a 200 kWh por mês o desconto será menor, 10%.

Quem possui interesse de ter o valor da conta de luz reduzido, deverá entrar em contato com a concessionária com o número do NIS ou o BPC/LOAS, no CRAS da prefeitura ou no INSS.

Se houver sanção da lei proposta, não haverá necessidade de fazer qualquer tipo de coisa, porém, é importante lembrar que a família deve atender as exigências estipuladas.

Como funciona o CadÚnico?

Funciona como uma lista que apresenta os brasileiros que possuem baixa renda, além de ser possível verificar cada integrante, suas situações sociais e de renda. Moradores de rua também podem ser cadastrados no CadÚnico.

PUBLICIDADE

Para fazer parte do CadÚnico, o chefe de família deve ir ao CRAS para realizar a inscrição. É importante lembrar que apenas pessoas de baixa renda poderão fazer parte deste programa social.

Você também pode se interessar sobre o Direito ao Auxílio Brasil pode ser perdido após dois anos!

Leia também:

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.