Ranking das profissões com maior risco de divórcio

Se você trabalha na área de saúde ou no segmento de comunicação social e é casado, fique atento, pois a sua profissão pode influenciar…

Se você trabalha na área de saúde ou no segmento de comunicação social e é casado, fique atento, pois a sua profissão pode influenciar negativamente no matrimônio e até mesmo causar um divórcio. A constatação foi feita pelo site Separados de Chile, através de uma pesquisa com 1.150 casais cujo relacionamento não durou muito tempo.

Depois de pesquisar 1.150 casais que se separaram, um site chileno divulgou o ranking das profissões que estão mais sujeitas a levar ao divórcio (Foto: Divulgação)

Tanto a área de saúde quanto as profissões relacionadas ao setor de comunicação ficaram na dianteira do ranking das profissões com maior risco de divórcio, divulgado pelo site chileno. Os casais entrevistados afirmaram que um dos motivos da separação está nas longas jornadas de trabalho exigidas nessas profissões.

Culpa de Mark Zuckerberg: Facebook é responsável por uma em cada 3 separações na Grã-Bretanha

As mais arriscadas: Conheça 7 profissões de risco

Além disso, o contato direto com o público, que facilita o relacionamento desses profissionais com um grande número de pessoas, aumentando a propensão às tentações, é o outro fator que leva à infidelidade, que por sua vez é a principal causa do fim dos relacionamentos.

1º – Trabalhadores da área de saúde

Médicos(as), paramédicos(as) e enfermeiros(as), entre outros profissionais que atuam na área de saúde, estão no topo da lista (Foto: Divulgação)

Segundo o site chileno, 29% dos casamentos que envolviam profissionais da área de saúde, entre os entrevistados, terminaram em divórcio. Nesse segmento estão incluídas profissões como médicos, paramédicos e enfermeiras, entre outros trabalhadores da saúde.

Leia Também:  Tingir os Cabelos:Quando?

2º – Profissionais da comunicação social

Jornalistas, cinegrafistas, produtores de TV e executivos da área de comunicação também são profissões com grande risco de divórcio (Foto: Divulgação)

Para os profissionais dessa área, que abrange jornalistas, designers, cinegrafistas e operadores de câmera, assistentes, relações públicas, executivos, diretores e produtores de TV, entre outros, a separação atingiu 14% dos casais.

3º – Vendedores de veículos

O bom papo e o grande contato dos vendedores de carros com os clientes também os levou a fazer parte do ranking (Foto: Divulgação)

Cerca de 12% dos casais entrevistados pelo site chileno, cujo relacionamento terminou em divórcio, trabalham como vendedores de automóveis, profissionais que também têm muito contato com o público.

4º – Vendedores de seguros

Outra categoria de vendedores que está no ranking é a dos profissionais que comercializam vários tipos de seguros (Foto: Divulgação)

No caso dos vendedores de seguros (de vida, contra incêndios, automóveis, residencial, etc), o número de divorciados chega a 11% do grupo pesquisado.

5º – Motoristas e taxistas

Outro profissional que também mantém muito contato com o público é o motorista, ficando na 5ª posição do ranking (Foto: Divulgação)

Também inclusos no ranking das profissões com maior risco de divórcio estão as pessoas que trabalham como motoristas de ônibus e taxistas, que representaram 8% dos divórcios.

6º – Trabalhadores da área de hotelaria

Os trabalhadores da área de hotelaria e turismo estão na 6ª posição do ranking das profissões com maior risco de divórcio (Foto: Divulgação)

Abrangendo profissões como guia de turismo, vendedores, recepcionistas, executivos e encarregados de reservas e eventos, entre outras, os trabalhadores da área de hotelaria e turismo somaram 7% dos casos de separação.

Leia Também:  Cobra: saiba quais são os cuidados necessários para seu animal de estimação

 7º – Outras profissões

Conforme o site Separados de Chile, outras profissões que não foram citadas na pesquisa somaram 19% dos divórcios.

Top