Radiofrequência: saiba mais

A radiofrequência é um tratamento que tem demonstrado diversos efeitos positivos na área de estética. A técnica faz uso de um equipamento que foi…

Por Isabella Moretti em 04/01/2013

A radiofrequência é um tratamento que tem demonstrado diversos efeitos positivos na área de estética. A técnica faz uso de um equipamento que foi criado nos Estados Unidos e tem como principal objetivo reduzir a flacidez da pele, considerada um dos principais sintomas do envelhecimento.

A radiofrequência elimina a flacidez da pele. (Foto:Divulgação)

O tratamento por radiofrequência é empregado para combater gordura localizada, rugas, celulites e outros problemas que afetam a beleza feminina. De forma geral, o aparelho usado tem a função de estimular a produção de colágeno e elastina na pele, aumentando a firmeza do rosto ou de outra área do corpo.

Saiba mais: 5 novos tratamentos contra flacidez

Como funciona a radiofrequência?

A radiofrequência se baseia em uma tecnologia que emite ondas responsáveis por esquentar as camadas profundas da pele. A alta temperatura, que chega a aproximadamente 41ºC, é capaz de acelerar o metabolismo da gordura localizada e também intensifica a produção de colágeno, substância que dá mais sustentação à pele.

O aparelho utilizado na radiofrequência é uma espécie de laser e não causa dor devido ao aquecimento. No entanto, quando o tratamento é realizado no rosto, ele deve manter temperaturas mais baixas (em torno de 36 º C), pois a área apresenta sensibilidade.

O aparelho de radiofrequência emite ondas de calor. (Foto:Divulgação)

Antes de se submeter a uma sessão de radiofrequência, o paciente deve buscar informações sobre a qualificação do profissional para realizar o tratamento. Qualquer erro pode causar lesões ou queimaduras no tecido interno da pele.

Como o tratamento é muito intenso e atinge as camadas mais profundas da pele, cada sessão deve ter um intervalo de 15 a 20 dias. Os resultados aparecem gradualmente, entre dois e seis meses.

A radiofrequência é um tratamento estético acessível ao orçamento. O preço de cada sessão de uma hora gira em torno de R$ 400 e R$ 600. Depois de se submeter ao aparelho que estimula a produção de colágeno, não é necessário aguardar nenhum período de recuperação ou ter cuidados especiais.

Benefícios da Radiofrequência

A radiofrequência também elimina gordura localizada. (Foto:Divulgação)

Além de melhorar a aparência da pele, a radiofrequência também serve para reorganizar as fibras de colágeno e elastina, hidratar, melhorar a microcirculação, acelerar a eliminação de toxinas, aumentar a oxidação e combater fibroses. Dependendo da forma como o tratamento é executado, ele também serve para melhorar o aspecto das cicatrizes.

Apesar de ser um tratamento benéfico para a saúde e beleza, a radiofrequência também possui contraindicações. A técnica não deve ser executada em mulheres grávidas, com lesões cutâneas ou que estão tratando um câncer. Quem tem grande sensibilidade ao calor também deve evitar a radiofrequência.

 Veja também: Retirando gordura localizada sem lipo

Top