Queda de Cabelos por Estresse

A queda de cabelo por estresse está se tornando cada vez mais comum, afinal, as pessoas vivem sobrecarregadas, preocupadas e irritadas na maior parte…

Por Redacao em 08/04/2015

A queda de cabelo por estresse está se tornando cada vez mais comum, afinal, as pessoas vivem sobrecarregadas, preocupadas e irritadas na maior parte do tempo. Essa situação mostra que um sintoma psicológico pode ser responsável pela calvície. Leia a matéria para entender melhor como acontece a queda de cabelo por causa de uma vida estressante e as formas de evitar o problema.

Queda de Cabelos por Estresse. (Foto: Divulgação)

O estresse pode ser causado por inúmeros motivos, principalmente os desagradáveis. Essa é a doença do século XXI e pode ser curada com os mais diferentes tipos de tratamentos. A queda de cabelo é hoje um problema presente entre homens e mulheres. Se deseja reparar esse distúrbio, não deixe de consultar especialistas no assunto. A queda é diferente da quebra e você precisa analisar qual problema está acontecendo com você.

Leia mais: Queda de cabelo pode indicar problemas de saúde

Queda de Cabelos por Estresse

O seu cabelo está caindo? Pode ser estresse. (Foto: Divulgação)

O cabelo por não ser indispensável, segundo os comandos do corpo, pode-se desviar a energia que seria usada para fabricá-lo para funções mais vitais, como em fase de estresse para que o cérebro fique em alerta, por exemplo. Nesta situação pode ocorrer aumento na queda do cabelo, que acontecerá após três meses da situação que envolveu o desgaste (tempo que o fio leva para desprender do couro cabeludo). Isso mesmo! Muitas pessoas não entendem o porquê da queda, mas esse distúrbio pode ser ocasionado por diferentes motivos. Além do stress, você encontra fatores naturais e outros detalhes que ajudam a aumentar o problema.

Como o estresse causa a queda dos fios?

A queda de cabelos por estresse é um problema que tem afetado tanto os homens como também as mulheres. O problema tem relação com o comprometimento da circulação sanguínea do couro cabeludo e com o aumento da produção de uma substância que compromete a entrada de nutrientes na fibra capilar, denominada estriol.

Confira: Conversar sozinho ajuda aliviar estresse

O que fazer em caso de queda de cabelo?

O estresse interfere na circulação sanguínea do couro cabeludo. (Foto: Divulgação)

No caso de estresse forte, a pessoa será afetada pela alopecia que é a queda extrema, total do cabelo. No entanto, quando o momento de crise se estabilizar, o cabelo se recuperará. Mas vale lembrar que é útil fazer tratamento dermatológico o que trará resultados mais rápidos e eficientes. Antes de tomar qualquer atitude, você precisa estar ciente dos produtos usados par ao mesmo. Alguns químicos estão sendo usados de maneira errada e você precisa tomar cuidado com as escolhas.

A queda faz com que o fio se solte diretamente do couro cabeludo, já na quebra o fio se parte ao meio. Essa quebra pode ser causada por excesso de química, como alisamentos, tintura e muito mais. Você deve controlar esses problemas e manter os cabelos sempre saudáveis. Procure especialistas no assunto e resolva seu problema de queda.

Como prevenir queda de cabelo por estresse?

Amenize o estresse mudando a sua dieta. (Foto: Divulgação)

Mantenha a tranquilidade

Uma forma de combater o estresse diariamente é manter a tranquilidade, além de optar por uma rotina calma e controlada.

Dieta contra o estresse

Procure adotar uma dieta contra o estresse, consumindo alimentos como alface, maracujá, castanha-do-pará, peixes, legumes e frutas. O cardápio é composto por alimentos nutritivos e saudáveis, por isso ele também combate o envelhecimento precoce e a obesidade.

Pratique exercícios físicos

Ao invés de ficar remoendo o estresse, você pode depositar toda a sua energia na prática de alguma atividade física. Experimente fazer uma caminhada de 30 minutos três vezes por semana.

Veja também: Acordar mais cedo diminui estresse

Agora você já sabe como acontece a queda de cabelo por estresse. Faça pequenas mudanças na sua rotina e não se torne uma vítima da rotina estressante.

Top