Quase 50% da população brasileira está acima do peso

O Ministério da Saúde divulgou o resultado de uma pesquisa nessa terça-feira, 10 de abril, em que revela o sobrepeso de quase a metade…

A obesidade cresceu no Brasil (Foto: Divulgação)

O Ministério da Saúde divulgou o resultado de uma pesquisa nessa terça-feira, 10 de abril, em que revela o sobrepeso de quase a metade da população brasileira. Segundo o levantamento, o percentual de pessoas acima do peso passou de 42,7% em 2006, para 48,5% em 2011. No mesmo período, a proporção de obesos subiu de 11,4% para 15,8%.

De acordo com o ministro Alexandre Padilha, um dos fatores do aumento do sobrepeso e da obesidade no país é o consumo de alimentos como alta taxa de gordura. Os dados revelam que 34,6% dos cidadãos do Brasil ingerem em excesso carnes com gordura e mais da metade da população (56,9%) bebe leite integral regularmente.

As mulheres comem mais salada e frutas (Foto: Divulgação)

Outra informação preocupante é com relação ao consumo de refrigerante. Cerca de 29,8% dos brasileiros bebem o item ao menos cinco vezes na semana. Já as hortaliças e frutas, que de acordo com a Organização Mundial de Saúde, devem fazer parte do cardápio diário, só são lembradas por 20,2% na hora de se alimentar. Os dados são da pesquisa Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), que escutou pessoas de 26 capitais brasileiras, além do Distrito Federal.

Os alimentos gordurosos são os grandes vilões do peso certo (Foto: Divulgação)

O levantamento revelou que as mulheres ingerem mais hortaliças e frutas, enquanto os homens comem mais carnes gordurosas. Segundo a pesquisa, quem possui mais de 12 anos de escolaridade tende consumir mais esse tipo de alimento. Apesar de “comer pior”, a população masculina se exercita mais do que a feminina. De acordo com o levantamento, 39,6% dos homens fazem exercícios regularmente. Entre as mulheres, a frequência é de 22,4%. O percentual de homens sedentários no país ultrapassou 16% em 2009 para 14,1% no ano passado.

Leia Também:  Personal trainer engorda para sentir a obesidade na pele

Segundo o Ministério da Saúde, o sedentarismo aumenta com a idade. Eles praticam menos exercícios na faixa etária entre 18 e 24 anos (60,1%). Esse percentual reduz para menos da metade aos 65 anos (27,5%). Já a população feminina com idade entre 25 a 45 anos, 24,6% se exercitam regularmente. A proporção é de apenas 18,9% entre as mulheres com mais de 65 anos.

Top