Quanto tempo vivem os animais?

Indiferentemente da quantidade de seus membros, muitas famílias têm ou já tiveram que lidar com o terrível sofrimento que é perder um amado animalzinho…

Indiferentemente da quantidade de seus membros, muitas famílias têm ou já tiveram que lidar com o terrível sofrimento que é perder um amado animalzinho de estimação. Muitas vezes, a parte mais difícil do problema ainda é informar as crianças, que inocentemente procuram pelo seu melhor amigo pela casa.

Cães e gatos são excelentes companhia

Várias podem ser as causas que provocam a morte antecipada dos bichinhos e geralmente somos os culpados por este tão trágico evento – a realidade é dura, porém, o fazemos inconscientemente e na maioria das vezes devido não obter as orientações necessárias. Mas afinal das contas, quanto tempo vivem os animais?

Tempo e vida

É válido esclarecer que, assim como os seres humanos, os animais também possuem um metabolismo funcional, que varia sua forma de acordo com cada espécie. Este veículo determinará até qual idade o seu organismo desempenhará com eficiência suas funções, de modo que devemos contribuir com a manutenção e a saúde do mesmo.

Muitos animais que deveriam viver por até 20 anos (ou mais) acabam sobrevivendo por apenas alguns meses, devido à falta de informações por parte de seus donos em relação aos cuidados e tratamentos. Portanto, é imprescindível que ao adquirir um bichinho de estimação, você se inteire totalmente no assunto e também jamais dê um animal de presente sem antes conversar e sistematizar sobre suas necessidades a com a pessoa que irá recebê-lo. Veja quanto tempo vivem alguns dos animais domésticos, a fim de melhor manter suas condições de vida e saúde em dia:

Cachorro

Por existirem várias espécies diferentes, umas com maior e outras com menor resistência, a vida de cada uma delas dependerá intimamente da raça do animal.

Geralmente, os cães de menor porte vivem muito mais do que os maiores. A título de exemplo, um Yorkshire com 8 anos é um cão adulto (sua idade equivale a de um homem de 46 anos), ao passo que um Dogue Alemão da mesma faixa etária já é um cão idoso (75 anos na escala humana).

Leia Também:  Saiba como viver bem com seu gato

Para que seu animal viva saudável e venha a falecer apenas quando chegar a sua hora, procure montar um cenário de vida apropriado, mantendo as condições de higiene adequadas, sua alimentação correta e em horários definidos, cuidando também de seu bem-estar o levando para passear e se divertir, além de ceder a ele todo o apoio e suporte necessários.

Gato

Um gato de estimação pode viver de 15 a 20 anos, porém obtém-se registros de um deles que atingiu a idade de 36 anos. Sabe-se que quando eles não vão para a rua, as chances são de obterem maiores expectativas vitais, uma vez que ficam livres de brigas e ferimentos que provocam infecções e diversos outros males à saúde.

Quando castrado, o gato perde o interesse em fugas noturnas e também a possibilidade de desenvolver cânceres nos testículos ou ovários devido à falta de atividade quando não se tem um companheiro (a) do sexo oposto.

A dica para manter o seu animal feliz e saudável é criar um ambiente grande e apropriado, onde ele possa saltar e se divertir muito sem precisar sair de casa.

Roedores

Coelho

Os coelhos, assim como qualquer outro bichinho,  são animais totalmente dependentes de sua alimentação e exercícios físicos que lhes garantem uma qualidade de vida e, consequentemente, uma faixa etária maior.

Estima-se que as espécies mais aptas podem viver de 7 a 9 anos, de modo que todo cuidado deve ser voltado para a sua higiene e bem-estar.

Chinchila

As chinchilas são animais muito divertidos, que podem viver de 15 a 20 anos.

No entanto, o Livro dos Recordes aponta que esta expectativa já foi superada por Bouncer, um chinchila de estimação dos Estados Unidos da América que atingiu a idade de 27 anos.

Para manter as condições de vida propícias para a sua chinchila, lembre-se sempre de alimentá-la corretamente e com os suplementos necessários. Dispor em sua gaiola uma serragem sempre limpa (nunca usando jornais por serem altamente tóxicos e causarem cânceres de pele) e deixar com que ela passeie à vontade pela casa (para fortalecer sua musculatura) e com supervisão, são fatores imprescindíveis para regrar a sua vida e equilibrar sua saúde.

Leia Também:  Pacotes de esqui, Argentina 2012: ofertas

Hamster

Dependendo da espécie, é possível que a vida do hamster chegue de 4 a 6 anos, contando também com a manutenção adequada de seu ambiente de lazer.

Uma dica importante é sempre disponibilizar artefatos de madeira não tratada para todos os roedores, pois sua dentição é fadada ao crescimento constante. Tal fator ocasiona a desnutrição do animal por não conseguirem se alimentar, resultando em sua morte precoce.

Aves

Aves tem a longevidade maior

Papagaio  

Quem possui um papagaio, poderá usufruir de seu companheirismo por muitos e muitos anos. A longevidade média desta ave é de 80 anos, porém em cativeiro, por possuir condições impróprias, ela acaba vivendo por apenas 15 anos.

Antes de adquirir o seu papagaio, certifique estar com a documentação em dia com o Ibama, como também criar um ambiente adequado para sua estadia. Uma dica importante é ficar atento à alimentação deste animal, evitando fornecer a ele as sementes oleaginosas, como as de girassol – por suprirem suas necessidades naturais somente com vegetais, frutas e grãos, estes itens podem ser fatais à sua saúde.

Calopsita

Com uma média de vida de 30 anos na natureza, a calopsita também é uma divertida companheira, que certamente lhe garantirá muita diversão.

Assim como também ocorre com as outras espécies, em cativeiro sua vida diminui, alcançando a faixa dos 18 anos de idade. No entanto, se um ambiente apropriado com direito à passeios e alimentação adequada for preparado, sua vida será muito mais agradável e prolongada.

Dicas importantes

Antes de adquirir seu fiel companheiro de estimação, é extremamente necessário que você faça uma pesquisa minuciosa a respeito de suas origens, clima ideal, alimentação apropriada e cuidados básicos com a higiene.

É válido lembrar que a principal chave para assegurar uma vida duradoura e saudável ao seu animalzinho é o amor: ame muito seu amiguinho e saiba conviver em harmonia com suas necessidades através de ações responsáveis.

Top