Quando vale a pena trocar pontos do cartão de crédito

Isabella Moretti 19/11/2012 Economia

O cartão de crédito é um recurso que não facilita apenas o pagamento das compras, mas também oferece vários benefícios financeiros para o usuário. Os bancos e operadoras de cartão costumam trabalhar com programas de vantagens, ou seja, que permitem acumular pontos de acordo com a quantidade de compras realizadas por cada cliente.

Os principais bancos trabalham com programas que transformam os gastos no cartão em pontos. (Foto:Divulgação)

O titular do cartão pode trocar os seus pontos acumulados por diversos produtos e serviços, como passagens aéreas, artigos de beleza, cursos de inglês e eletrodomésticos. A pontuação também pode ser transformada em uma doação para instituição de caridade.

Os programas de fidelidade estão despertando o interesse dos brasileiros com a promessa de converter os pontos acumulados em prêmios exclusivos. Porém, é necessário tomar alguns cuidados para que a pontuação seja usada no momento certo e realmente simbolize um bom negócio.

Saiba mais: Pontos cartão BB, como usar

Quando a troca dos pontos é um mau negócio?

Os bancos não estão interessados apenas em oferecer benefícios, eles também querem obter lucros com o programa de fidelidade. Entre as principais instituições financeiras que trabalham com este tipo de estratégia, vale ressaltar o Banco do Brasil, o Itaú, o HSBC, o Bradesco e o Santander.

Os especialistas em cartões de crédito alertam que nem todos os produtos são beneficiados com os pontos acumulados, por isso é importante estudar bem a compra antes de realizá-la de fato. Na maioria dos casos desvantajosos, a quantidade de dinheiro gasta no cartão não compensa o verdadeiro valor do produto.

Não são todas as compras que valem o uso dos pontos acumulados. (Foto:Divulgação)

Um Mixer da Black & Decker, que custa R$59,00, pode ser comprado com 7 mil pontos, mas a aquisição se torna totalmente inviável para cliente. Para acumular esta pontuação, o cliente do Bradesco Exclusive Gold precisou desembolsar 14 mil reais no seu cartão de crédito.

Outro exemplo de compra que desvaloriza os pontos é o de uma bicicleta Caloi. Usando a pontuação do cartão Itaú Unibanco, o cliente vai precisar gastar R$ 117.400, para acumular os 58.700 pontos e fazer a troca pelo produto, que na verdade tem o preço de 599 reais.

A ideia de pontuar a qualquer custo para trocar por prêmios não é uma saída inteligente para obter vantagens financeiras. Existem pessoas que usam o cartão de crédito para tudo, inclusive para o pagamento de contas de telefone, luz e água. No entanto, elas se esquecem de que existem juros no serviço de financiamento.

Uma boa forma de usar os pontos

Investir em viagens é uma forma de usar bem os pontos acumulados. (Foto:Divulgação)

Alguns negócios são desvantajosos para o cliente, mas também existem boas ofertas para usar os pontos do cartão de crédito. Os especialistas afirmam que a melhor forma de empregar a pontuação acumulada é investindo numa viagem, ou seja, na troca por passagens aéreas ou hospedagem em hotéis.

Veja também: Pontos no cartão de crédito: saiba como usar

Outros artigos

Novo Clipe Piece Of Me de Britney Spears

17/12/2007

Novo Clipe Piece Of Me de Britney Spears

A cantora Britney Spears aparece novamente na mídia em seu mais novo Clipe Piece of Me, do seu segundo álbum Blackout, o mesmo encontrase em muitos sites na internet...