Quando a vaidade virou exagero

Quando a vaidade virou exagero

Quando a vaidade virou exagero e é hora de parar? Olhe a sua volta, veja como as pessoas se comportam com relação a vaidade.…

Por Élida Santos em 24/04/2015

Quando a vaidade virou exagero e é hora de parar? Olhe a sua volta, veja como as pessoas se comportam com relação a vaidade. O mundo todo parece girar em torno de parecer mais bonito e estar mais belo. A vaidade não é coisa somente de mulher não, mas passou para um âmbito maior, no universo masculino, por exemplo, tem muito e isso pode atrapalhar sua vida.

Quando a vaidade virou exagero (Foto: Divulgação)

Leia mais informações sobre: Vaidade masculina: homens também aderem ao silicone

Quando a vaidade virou exagero

Mas afinal, quando a vaidade virou exagero? Muitos não aceitam que estão obsessivos por sua aparência mesmo com todos a sua volta falando sobre o assunto e alertando, mas é necessário avaliar até que ponto prezar a imagem é essencial. Veja a seguir como você pode identificar essa obsessão.

Aplique a maquiagem do jeito certo (Foto: Divulgação)

Operações plásticas corriqueiras

Corrigir uma orelha de abano, colocar um silicone para se sentir melhor com o corpo, ou fazer procedimento estéticos, tudo parece bem normal. Porém, acontece que qualquer coisas que seja feita de modo exagerado, com profissionais sem qualidade, que visam somente o dinheiro, podem colocar sua vida em risco. Além disso, uma obsessão fica clara quando você nunca de satisfaz com os procedimentos estéticos e começa a fazer plástica com oquem bebe água.

A vaidade pode virar algo exagerado se você não cuidar (Foto: Divulgação)

Muitas horas do seu dia na academia

É mais que necessário cuidar do corpo, claro, mas você precisa ter limites. Ficar o dia inteiro malhando, ou deixar de sair, viajar, de curtir um feriado, por que não tem uma academia por perto não é nada bom para a sua saúde e demonstra um excesso de preocupação com a sua aparência. Isso pode levar a outros vícios perigosos, como a ingestão de anabolizantes, por exemplo, para melhorar o corpo e compensar uma insatisfação com a aparência.

Veja mais informações sobre: Vaidade na infância, existe limite?

 

Exagerando na vaidade (Foto: Divulgação)

Compras compulsivas de roupas, sapatos e acessórios

Mudou a coleção e você sente que deve sair correndo para comprar uma roupa nova mesmo sem dinheiro para isso? Então atenção, pois esse pode ser um grande sinal de compulsão. Gastar mais do que pode para suprir essa necessidade de sempre estar bonita é complicado e causa males em sua vida pessoal. Comprar sempre, mesmo quando não se pode parar é mais que um simples sinal de excesso de vaidade e pode demonstrar um vício que precisa de tratamento psicológico.

Top