Protetor Solar no inverno – como funciona

Sol de inverno também queima– O sol de inverno também agride a pele, ainda que menos do que no verão, o que torna o…

Sol de inverno também queima– O sol de inverno também agride a pele, ainda que menos do que no verão, o que torna o uso do protetor solar fundamental. No inverno use um fator de proteção menor, mesmo que o tempo esteja nublado.

Os raios ultravioletas B (UVB)são os responsáveis pela ardência da pele, eles atuam direto no DNA das células, atacam o sistema imunológico e a defesa do organismo, levando ao câncer de pele.  A radiação possui variantes durante o ano, intensifica no verão e no inverno tende a diminuir.

Quanto aos raios ultravioleta A (UVA) podemos dizer que eles têm como principal fator prejudicial o envelhecimento precoce, manchas, como também abrem espaço para ação nociva do UVB, eles não queimam a derme, mas para se ter proteção é necessário o uso, pelo menos, de fator 15. Os raios UVAincidem durante o ano todo, não importando a estação.

O FPS 15- veja como funciona: um indivíduo com pele muito branquinha, sem protetor em um dia de sol forte, ficaria vermelha em mais ou menos 10 minutos de exposição, se usar o protetor sob o mesmo sol, ficaria protegida pelo período de 150 minutos. Quanto maior é o FPS mais espesso e oleoso ele será.

O FPS depende de sua pele, mas não deve ultrapassar do FPS 60, só se for por indicação médica. Para uso diário o FPS 15 é o suficiente, agora para área como rosto, pescoço, colo e mãos, os fatores FPS devem ser 40, 50 ou 60, esse último para pessoas que têm maior facilidade para ter manchas.

protetor solar no inverno

Top