Prós e contras do absorvente interno

Existem diversos tipos diferentes de absorventes no mercado. Por isso, muitas mulheres acabam ficando em dúvida sobre qual escolher. Além da variação de marcas,…

Por Editorial MDT em 21/05/2013

Existem diversos tipos diferentes de absorventes no mercado. Por isso, muitas mulheres acabam ficando em dúvida sobre qual escolher. Além da variação de marcas, existe a de tipos. Os absorventes internos são os que provocam maior medo e dúvida na hora de usar. Conheça os prós e contras do absorvente interno.

Conheça alguns mitos e verdades sobre o absorvente interno.

Procure um ginecologista para tirar as dúvidas sobre os absorventes. (Foto: divulgação)

Prós X contras dos absorventes internos

  • Menor risco de alergia – vantagem

Segundo especialistas, o absorvente interno oferece menor risco de desenvolver alergias, quando comprados aos outros absorventes comuns. Isso se deve ao não contato direto com a vulva que pode causar alteração da temperatura local, resultando em alergia. Além disso, os absorventes internos não possuem perfumes, que são substâncias causadoras de alergias.

  • Menor tempo de troca – desvantagem

O absorvente interno deve ser trocado a cada quatro ou cinco horas. Essa troca rotineira evita a proliferação de bactérias vaginais e ainda diminui o risco de vazamento do sangue.

  • Não está indicado para mulheres com grande fluxo menstrual – desvantagem

O absorvente interno é contraindicado para as mulheres que apresentam fluxo menstrual mais intenso. Isso porque ele precisa ser trocado com maior frequência e ainda colabora com a retenção do fluxo menstrual na vagina, permitindo o desenvolvimento de infecções. Além disso, o absorvente interno está mais ligado ao vazamento do sangramento menstrual, podendo trazer algum transtorno a mulher que o utiliza.

Conheça os prós e os contras do absorvente interno. (Foto: divulgação)

  • Não está indicado para uso noturno – desvantagem

Pelo fato do absorvente interno precisar ser trocado a cada quatro horas, seu uso é contraindicado durante a noite. Como já foi mencionado, postergar o tempo de troca pode favorecer o desenvolvimento de infecções vaginais.

  • Combate os odores indesejáveis – vantagem

O fluxo menstrual, quando se utiliza o absorvente interno, fica retido na saída do útero e, por isso, não entra em contato com o ar. Como resultado ocorre a inibição da produção de odores indesejáveis.

  • Não apresenta riscos à saúde da mulher – vantagem

Se a higiene e a troca do absorvente interno forem realizados de forma correta, o absorvente interno não traz prejuízos à saúde da mulher.

Saiba como utilizar o absorvente interno.

O absorvente interno não é indicado para uso noturno. (Foto: divulgação)

O uso do absorvente é algo muito comum no universo feminino. Porém, existem diversos tipos e marcas, dificultando na hora da escolha. O absorvente interno traz muitas dúvidas sobre seu uso. Após conhecer alguns prós e contras sobre o absorvente interno, basta avaliar as vantagens e optar pelo modelo ideal para cada situação.

 

Top