Progressiva sem formol, conheça

Os cabelos são preocupação de dez entre dez mulheres e há quem faça de tudo para mantê-los lindos. E, lindos, na maioria das vezes…

Por Redacao em 06/02/2012

Os cabelos são preocupação de dez entre dez mulheres e há quem faça de tudo para mantê-los lindos. E, lindos, na maioria das vezes quer dizer diferente do que são naturalmente: se é enrolado, crespo, encaracolado, o efeito que mais se deseja é o liso. Por esse motivo, muitas pessoas recorriam ao procedimento chamado Escova Progressiva que, com a ajuda do formol, mudava totalmente a estrutura dos fios. Mas, a ANVISA determinou mudanças que, literalmente, mexeram com a cabeça dos consumidores. Entenda porquê!

Cabelos lisos são sonho da maioria das mulheres (Foto: Diculgação)

O Formol                                               

O formaldeído é utilizado para conservação de algumas substâncias, muito recorrente em biópsias porque mantém os tecidos do organismo intactos até que as causas da morte sejam averiguadas. O formol é absorvido de forma muito rápida pelas mucosas e, é ai que mora o perigo.

Ficar com os cabelos lisos de vez era possível com a utilização do formol, mas o produto é extremamente prejudicial à saúde. O aditivo pode causar irritações nas vias respiratórias levando até a morte por asfixia tanto para o cliente quanto para o profissional que o utilizava. Por motivos óbvios, o uso do formol foi proibido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), ele é utilizado apenas para conservação de produtos em medida de 0,2%. Sendo assim, formol na escova progressiva, nunca mais! Sem contar que a fibra capilar perde a coloração, fica enfraquecido e ressecado.

Escova Progressiva Sem Formol

Não é porque o formol foi abolido dos salões que você não vai poder ter o cabelo dos sonhos. Uma técnica japonesa veio para por fim ao desespero daqueles que achavam que as madeixas não tinham mais jeito. O tratamento abre as escamas dos fios e consegue alinhá-los de dentro para fora tudo isso com a ajuda da queratina e alguns aminoácidos (hidrocloride cisteamine), isso faz com que eles fiquem lisos e extremamente hidratados.

O procedimento japonês modifica a estrutura do fio (Foto: Divulgação)

Como Fazer

O primeiro passo é procurar um profissional capacitado para realizar o procedimento. Então, é hora de comçar:

  • Lavar bem os fios com um xampu antirresíduos;
  • Seque muito bem os fios com a ajuda do secador retirando totalmente a umidade;
  • O cabelo deve ser dividido em mechas e o produto deve ser aplicado com a ajuda de um pincel uma a uma da nuca para a frente;
  • Ao fim da aplicação, os fios devem ser alinhados com um pente e envolvidos em uma touca plástica;
  • Meia hora de descanso e é hora de secar as madeixas;
  • Para melhor resultado, deve-se utilizar a prancha.

    Nova técnica de alisamento (Foto: Divulgação)

Informe-se com seu cabeleireiro e aproveite essa nova técnica!

Top