Progressiva com formol: conheça os riscos

As progressivas são famosas entre as mulheres que gostam de manter os cabelos lisos, mas é preciso tomar cuidado com as doses de formol…

Por Redacao em 24/02/2012

As progressivas são famosas entre as mulheres que gostam de manter os cabelos lisos, mas é preciso tomar cuidado com as doses de formol que são acrescentadas ao creme na hora da aplicação, pois pode fazer mal tanto para quem aplica quanto para o cliente. Confira neste post os riscos e os cuidados que devem ser tomados para se proteger desse aditivo que pode levar até a morte. Veja:

Formol pode fazer mal para o profissional e para o cliente (Foto: Divulgação)

Formol: riscos

Os produtos que são misturados ao formol deixam os cabelos lisos e conforme o desejo de toda mulher, mas são vários os riscos que eles podem proporcionar (alguns podem sofrer reações imediatas), e tanto a saúde da cliente quanto do cabeleireiro (que pode sentir os efeitos no futuro) são colocadas em risco. De imediato o formol pode até parecer inofensivo, mas não é a toa que a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) até proibiu a mistura deste em cremes e outros produtos que sejam para a aplicação capilar, antes a dosagem era maior e agora só é permitido o uso de 0,2% de formol neles com a função de conservante por ser forte e causar sérios problemas. Saiba quais são as reações e fique atento:

A ANVISA permite apenas 0,2% de formol em produtos para alisamento (Foto: Divulgação)

Para as clientes, os sintomas que a alta dosagem de formol causa são: em contato com a pele principalmente com couro cabeludo pode deixar vermelho dormente, além da visão começar a ficar embaçada e causar dor de garganta; o produto também sufoca podendo até gerar asfixia e levar a morte. Quem passou por cirurgias ou tem algum problema respiratório deve até mesmo evitar entrar no salão, pois as moléculas do produto ficam no ar conforme os cabelos são secos com o ar quente do secador e acabam se transformando em vapores de formol que penetram facilmente danificando a saúde, portanto para não piorar o quadro do tal problema é bom evitar.

O formol pode causar dores de cabeça, dormência e inchaço no couro cabeludo, asfixia e até morte (Foto: Divulgação)

Já para os cabeleireiros o formol também é vilão na questão da saúde, pois o simples hábito de aplicar o produto na cliente e ficar inalando é o suficiente para no futuro ter sérios problemas de saúde como câncer, por exemplo. É comum também dar constantemente dor de cabeça, vertigem, falta de ar e outros sintomas quando o contato é direto com o produto (como exemplo não usar luvas). 

Cuidados

Antes de dar início a progressiva é importante que a cliente converse com o cabeleireiro sobre o uso de formol. É mais indicado que não aceite nenhuma dosagem do produto. Para os cabeleireiros em questão de ética e cuidado com o bem-estar de si mesmo e do cliente o indicado é usar outros métodos que não utilize este para alisar os fios. Evitando utilizar o formol muitos problemas também são evitados!

Top