Programa Mulheres na Construção: cursos gratuitos DF

Quem disse que construção civil é coisa para homens? Foram abertas as inscrições para os cursos gratuitos de azulejista e pintora de obras do…

Por Élida Santos em 21/08/2012

Quem disse que construção civil é coisa para homens? Foram abertas as inscrições para os cursos gratuitos de azulejista e pintora de obras do programa Mulheres na Construção. A iniciativa é fruto de uma parceria entre o Instituto Federal Brasília (IFB), a Secretaria de Estado da Mulher do Distrito Federal e a Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco).

Confira também: SENAI DF Cursos Gratuitos 2012-2013 Inscrições

 

Verifique o calendário de inscrições no site do programa (Foto: Divulgação)

Inscrições cursos gratuitos do Programa Mulheres na Construção

Para realizar a inscrição é necessário comparecer a um dos postos de cadastro indicados no site do Governo do Distrito Federal até o dia 24 de agosto. As candidatas precisarão preencher uma ficha de inscrição e um questionário de diagnóstico. As aulas não têm custo para as estudantes e têm duração de três meses. Para participar, é necessário ter mais de 18 anos e a primeira fase do ensino fundamental completa. A seleção de alunas será realizada de acordo com a renda familiar, número de filhos e o local de moradia, entre outros requisitos específicos.

Saiba mais sobre: Senai DF Cursos Gratuitos 2012 Brasília

As mulheres estão nesse ramo competitivo oferecendo serviços de qualidade (Foto: Divulgação)

Turmas e quantidades de vagas: Programa Mulheres na Construção

São oferecidas duas turmas com 40 alunas cada para os cursos gratuitos de azulejista. Já para a qualificação de pintora, são quatro turmas, com o mesmo número de alunas em cada classe. Uma das turmas de pintoras, no entanto, será exclusiva para moradoras de Águas Lindas.

Os encontros acontecerão na sede do IFB em Samambaia Sul. Além da parte técnica, os cursos gratuitos apresentarão noções de direitos do trabalho, empreendedorismo, cidadania e direitos da mulher, economia solidária, matemática e português. As alunas receberão material didático, camiseta do programa e kit de ferramentas, além de terem direito ao passe livre, para irem e voltarem para a escola de graça com ônibus ou metrô. Depois da formatura, as estudantes serão encaminhadas pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Distrito Federal (Sinduscon-DF) para um estágio em empresas do segmento.

Top