Redacao 02/08/2019 Turismo

A Webjet Linhas Aéreas Econômicas nasceu em 2005 e foi conquistando cada vez mais um público cativo por conciliar segurança, eficiência e preços baixos. No ano de 2007, a Webjet passou a ser controlada pela GJP Participações. Em 2009, a empresa optou por mudar seu modelo de negócios e passou a utilizar o “low cot, low fare”. Modelo amplamente utilizado por companhias aéreas do mundo todo, que proporciona tarifas mais baixas já que diversos de seus serviços são opcionais e, portanto, são pagos à parte, como é o caso das refeições oferecidas a bordo, por exemplo.

Desta forma, por oferecer preços bem mais baixos dos que os praticados pela concorrência, a empresa conquistou muitos clientes. São mais de 11 milhões que já voaram com a companhia desde sua criação.

Hoje a Webjet opera com 24 aeronaves Boeing 737, tem presença em 16 cidades do País e realiza mais de 1.000 voos semanais, além de uma dívida estimada de R$ 215 milhões. E por conta desta dívida, os voos a preços acessíveis podem estar com os dias contados. A empresa está em processo de venda desde 8 de julho de 2011, e a Gol Linhas Aéreas deverá comprá-la por R$ 96 milhões, além de assumir os dividendos da Webjet. A companhia só está esperando o Cade dar sinal verde para que a marca Webjet desapareça do mercado nacional.

E grandes mudanças virão com a aquisição, segundo o presidente da Gol, Constantino de Oliveira Junior, além da renovação da frota, que é composta por aviões um pouco antigos para o padrão da empresa, os voos passarão a integrar o programa de fidelidade Smiles, utilizado por diversas companhias aéreas, o que deve fortalecer ainda mais o programa e deixá-lo mais atraente para as empresas parceiras.

Com tantos planos para se agregar valor à companhia será que os preços das passagens aéreas aumentarão? Segundo consultores, a aquisição da Webjet pela Gol não deve fazer com que as tarifas aumentem, muito pelo contrário. Com esta aquisição a Gol irá praticamente igualar-se a participação de mercado da TAM, maior companhia aérea brasileira e a formação dos preços acontecerão basicamente por conta da disputa entre essas duas gigantes, que só tende a crescer daqui em diante.

A notícia é excelente para o consumidor, pois além de poder continuar voando a preços justos, sua atitude de ser fiel a companhia aérea será bonificada por meio de milhagens que poderão ser trocadas por passagens, sem custo adicional. Além de poder aproveitar outras vantagens que o programa oferece com empresas parceiras de cartões de créditos, estacionamentos, casas de câmbio, lojas virtuais, locadora de veículos, restaurantes, entre tantas outras.

Quem ainda não conhece a Webjet, e quer conhecê-la antes que seu nome seja riscado do cenário aéreo nacional, vá ao site http://www.webjet.com.br/ e adquira a sua passagem aérea.

Outros artigos

CEC Construção SP: Lojas

12/04/2010

CEC Construção SP: Lojas

A CEC (Casa e Construção) é uma rede de lojas de construção presente no estado de São Paulo. Desde o básico ao acabamento, a Cec comercializa todos os produtos n...

Vestidos para festas plus size 2015

27/12/2014

Vestidos para festas plus size 2015

Confira Vestidos para festas plus size 2015. Os vestidos para festa plus size seguem as tendências da moda 2015 para vestidos, porém algumas dicas e técnicas devem s...