Professores decidem suspender greve em Minas Gerais

O Sindicato estima que as aulas possam ser retomadas nesta quarta-feira. Paralisação de 112 dias foi a maior da história do estado.

Professores da rede estadual de Minas Gerais decidiram suspender a greve da categoria e voltar para as salas de aula. A decisão foi tomada após uma reunião com representantes do governo na noite de ontem (27) realizada na Assembleia Legistativa do estado. Com isso, a estimativa do Sindicato Único dos Trabalhos em Educação em Minas Gerais (Sind-UTE/MG), é de que as aulas possam ser retomadas amanhã (29) e normalizadas ainda esta semana.

De acordo com informações do portal iG, dois professores que faziam greve de fome desde 19 de setembro suspenderam o protesto após abertura de negociação entre governo e sindicato.

Alguns manifestantes chegaram a se acorrentar em protesto. Imagem: Guilherme Dardanham / Divulgação ALMG

A paralisação durou 112 dias, e embora os professores tenham aceitado retornar as salas de aula, a categoria permanece em estado de greve. Em 8 de outubro, uma nova assembleia irá avaliar novas propostas com relação aos reajustes salariais. A reivindicação é referente ao pagamento do piso nacional do professor de R$ 1.187 para jornada de 40 horas, com diferenciação do nível de escolaridade docente.

STF negou liminar a favor dos professores.

No começo dessa semana, o Supremo Tribunal Federal não acatou o pedido do Sind-UTE/MG. A decisão foi tomada pela ministra Carmem Lúcia Antunes Rocha, que acabou mantendo a liminar expedida pelo Tribunal de Justiça de Minas no dia 16 de setembro, na qual considerava a paralisação abusiva.

Top