Produtos para evitar pelos encravados

A depilação frequente é uma necessidade, presente na vida de homens e mulheres. Junto com ela, muitas vezes, aparecem a foliculite e os pelos encravados. Nas mulheres, as bolinhas costumam aparecer nas pernas, virilha e nádegas; já os homens sofrem com as inflamações na pele do rosto e do pescoço. Como se pode perceber, esta tão indesejável e incômoda dupla age nas áreas de onde os pelos são arrancados, seja por ceras, lâminas ou aparelhos elétricos. Os pelos encravados, na realidade, estão diretamente ligados à foliculite. Por isso, para conseguir uma pele lisinha, livre de pelos ou folículos infeccionados, é necessário tomar cuidados, antes, durante e depois da depilação. Para este processo, o ideal é fazer uso de produtos que evitam pelos encravados.

A pele lisinha é o sonho de toda mulher (Foto: Divulgação)

Infelizmente, essa é uma realidade presente na vida de muitas pessoas. Com o tempo, a pele se escurece, causando incômodo e embaraço. Além disso, um pelo que encrava pode evoluir para outros ferimentos piores, como um cisto.

Leia mais sobre virilhas escuras: Manchas na virilha: como clarear

Por que os pelos encravam?

Devido ao atrito constante na pele, causado pelas depilações, esta se torna mais grossa. Junto a isso também vale citar o enfraquecimento do pelo, devido ao tipo de depilação que o retira pela raiz. O que acaba acontecendo é que tais pelos enfrentam barreiras, ao crescer, não conseguindo sair da pele. Como eles ficam presos, o próprio organismo trata de fazer alguma coisa para expulsá-los. Aparece, então, a foliculite. Ela pode surgir com bolinhas amarelas ou vermelhas. Quando estão amarelas, significa que o organismo já produziu pus, para que haja pressão na região e o pelo seja expulso. Acontece que o fio, muitas vezes, não sai. Os produtos que evitam pelos encravados devem agir, portanto, no afinamento dessa pele, para que o cabelo consiga sair dela.

Foliculite em virilha (Foto: Divulgação)

Como evitar pelos encravados

Os produtos principais que podem evitar o problema dos pelos encravados são o hidratante e o esfoliante. Simples, não é? Pois a preparação adequada da pele, para a depilação e após, é o mais importante nesta questão. Deve-se investir em bons cremes hidratantes e produtos para esfoliação.

Esfoliação e hidratação são essenciais (Foto: Divulgação)

Um dia antes da depilação, deve-se fazer uma esfoliação da área e hidratá-la muito bem. Ao arrancar os pelos, o ideal é usar talcos especiais para o processo depilatório, pois eles favorecem a aderência da cera ao pelo (retirando a umidade do local) e evitam o atrito excessivo da cera na pele. Após o procedimento, o ideal é aguardar 24 horas, antes de aplicar hidratante. O correto, neste caso, é usar gel específico, que acalma a pele.

Dá para ter uma virilha lisinha (Foto: Divulgação)

Após dois dias da depilação, já é possível começar a esfoliar a região. O ideal é isso seja feito dia sim, dia não. Durante este período, deve-se aplicar muito hidratante no local, imediatamente após esfoliá-lo. Outro produto que ajuda a evitar pelo encravado é a bucha vegetal. Seu uso deve ser um hábito de quem se depila. Durante o banho, é bom fazer movimentos circulares, no local depilado, com a buchinha.

Com estes simples cuidados, os pelos encravados irão diminuir muito. O mais importante, dentre as dicas, é a esfoliação, pois isto é o que promove o afinamento da pele, facilitando a saída dos pelinhos.

Saiba como eliminar a foliculite: Foliculite: como tratar

 

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Reply