Procrastinação: Você Sabe o que é?

Procrastinar não é exatamente uma palavra familiar ao vocabulário da maioria, mas com certeza todo mundo já o fez e sabe do que se…

Procrastinar não é exatamente uma palavra familiar ao vocabulário da maioria, mas com certeza todo mundo já o fez e sabe do que se trata. Sabe aquele ato de adiar as tarefas? De levar a sério a frase “para que fazer hoje o que você pode deixar para amanhã”, mesmo sendo apenas uma piada? É disso mesmo que estamos falando.

Trata-se de um ato relativamente normal – todo mundo já adiou alguma coisa ou deixou algo para ser resolvido depois. – porém o problema é quando isso acontece com frequência e começa a atrapalhar o cotidiano. Segundo informações da revista Exame, uma pesquisa da consultoria Triad Consulting descobriu que os brasileiros dedicam apenas 1/3 do seu dia para atividades realmente importantes: algo que a longo prazo pode não ser nada bom.

Procrastinar não é exatamente coisa de gente preguiçosa

De acordo com o portal IG, este á um ato que tem sido mais analisado nos últimos anos e com isso, alguns mitos estão caindo por terra, sendo muito maior do que a velha imagem de preguiça ao qual inevitavelmente era associada. Alias, ainda segundo o portal, o procrastinar pode ser algo tão complexo que, pode ser dividido em três categorias básicas, como foi proposto pelo psiquiatra Bill Knaus em artigo no Psychology Today.

Para Klaus, existe a procrastinação por criação de problema, a comportamental e a retardatória. Veja um pouco mais sobre elas, como expostas no portal IG:

Criação de problema: Foi descrita como sendo aquela na qual onde a decisão é tomada por crer que haverá mais tempo para cumprir a tarefa mais tarde. É tido como o tipo mais comum no Brasil.

Leia Também:  Cantora Amy Winehouse é Encontrada Morta

Comportamental: é tida como aquela na qual a pessoa faz planos e listas, mas mesmo assim não segue os passos planejados. A explicação dada é de que o medo do resultado interfere e desse modo acaba adiando suas tarefas.

– Retardatório: Este é tido como aquele que começa a fazer várias coisas antes da tarefa combinada anteriormente. Uma categoria tida por Klaus como tendo tendências compulsivas, sendo aqueles que precisam ser colocados sob pressão para terminar o planejado de forma pontual.

Vencendo a procrastinação: como colocar a vida e os compromissos em ordem?

As vezes é preciso deixar a ideia de adiar as tarefas de lado e cuidar delas antes que virem uma bola de neve. Portanto antes de instaurar o caos em sua vida, melhor dar conta da situação o quanto antes. Veja algumas dicas para evitar que isso aconteça:

Reflexão: O portal IG sugere perguntar a si mesmo se vale mesmo a pena passar por tanta tensão por ter adiado a tarefa. Da mesma forma, avaliar os benefícios em cumprir os combinados antecipadamente.

Listas e prioridades: O mesmo site sugere a organização de uma lista enumerada por ordem de preferência. Uma vez pronta, inverta-a e comece fazendo as tarefas que menos agradam. E claro, seja realista: evite assumir aquelas das quais você sabe que não vai realizar tão cedo.

Recompense-se: a revista Vida Simples sugere o ato de permitir a si mesmo a uma recompensa para algumas horas trabalhadas ou um presente quando estiver na metade da tarefa ou já houver concluído. É um incentivo e tanto.

– Tenha foco: É preciso ter concentração, portanto esqueça MSN, telefone, e-mails e assuntos alheios ao que deve ser feito.

Leia Também:  Nova Coleção Melissa Time Code 2011

E então? Pronto para agir e descomplicar?

Top