Problemas Speedy: Venda do Speedy está Proibida

A venda do Speedy foi proibida: As reclamações de usuários sobre as interrupções do serviço Speedy finalmente deram resultados, a Agência Nacional de Telecomunicações…

Venda Speedy Proibida

A venda do Speedy foi proibida: As reclamações de usuários sobre as interrupções do serviço Speedy finalmente deram resultados, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) determinou a suspensão da comercialização do serviço de banda larga Speedy da Telefônica. Caso seja vendido qualquer Speedy a empresa terá que pagar R$ 1 mil para cada acesso comercializado.

A Telefônica tem um prazo de 30 dias para avisar sobre a proibição da venda de novos Speedy, caso não apresente a multa aplicada pela Anatel será de R$ 15 milhões, além dos R$ 1 mil para cada novo acesso comercializado.

Tudo isso começou depois que reclamações foram feitas pelos clientes do Speedy. Em setembro do ano passado, um “apagão” no serviço afetou usuários domésticos, além da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, o Detran, a Receita Federal e delegacias de São Paulo.

Eu mesmo já passei por instabilidades do Speedy em minha residência e vi outros amigos, colegas passarem pela mesma situação, é no mínimo uma falta de respeito com os clientes que pagam o serviço e não podem utilizá-lo por questões, muitas vezes, sem explicação.


Top