Problemas que afetam o couro cabeludo

O couro cabeludo é uma região extremamente irrigada por vasos sanguíneos e atua como a camada de proteção mais externa para o encéfalo. É…

O couro cabeludo é uma região extremamente irrigada por vasos sanguíneos e atua como a camada de proteção mais externa para o encéfalo. É recoberta por pelos, os cabelos, que minimizam os danos causados pela exposição solar e ainda auxiliam na proteção contra mudanças de temperatura e trauma mecânico. Mas existem problemas que afetam o couro cabeludo e podem prejudicar ocasionando a calvície.

A saúde do couro cabeludo é fundamental para garantir a beleza do cabelo. (Foto Divulgação: MdeMulher)

Problemas que afetam o couro cabeludo

Assim como qualquer outra parte do corpo está sujeita a problemas, existem problemas que afetam o couro cabeludo, como também doenças sendo chamadas de tricoses e que podem ser causadas por determinadas condições ou fatores ambientais e genéticos. A má qualidade de vida, má alimentação, ingestão excessiva de alimentos processados e estresse são os principais responsável pela maior parte das tricoses. Conheça alguns dos principais problemas que afetam o couro cabeludo.

 Saiba como tratar coceira no couro cabeludo.

Alopecia areata

É uma afecção grave que atinge cerca de 2% da população. Consiste por áreas de arredondas ou ovais de perda de pelo (alopecia), mais comum na região do couro cabeludo. O problema geralmente é localizado, porém, em casos mais graves, pode acometer todo o corpo, com perda total dos pelos.

Geralmente, acomete crianças e adultos jovens, com mesma incidência em ambos os sexos. Sua etiologia é desconhecida, mas pode estar relacionada a fatores genéticos, distúrbios da imunidade e estresse. O prognóstico é favorável e a repelação ocorre entre 2 e 6 meses.

São inúmeros problemas que podem afetar o couro cabeludo das mulheres e homens (Foto Divulgação: MdeMulher)

São inúmeros problemas que podem afetar o couro cabeludo das mulheres e homens (Foto Divulgação: MdeMulher)

Alopecia androgenética

Essa doença afeta 50% dos homens até 50 anos e até 70% dos homens no final da vida, enquanto apenas 6% das mulheres com até 50 anos são afetadas. É conhecida popularmente como calvície comum.

Leia Também:  Penteados para cabelos cacheados e curtos

Consiste numa doença hereditária, que é agravada por fatores como estresse, descontrole hormonal com produção excessiva de diidrotestosterona, hipersecreção sebácea da região afetada e até mesmo exposição solar sem proteção e alimentação inadequada.

Aprenda a esfoliar o couro cabeludo em casa.

Psoríase

A psoríase é uma doença que costuma acometer outras regiões do corpo, mas pode afetar o couro cabeludo. É mais comum em mulheres com histórico familiar e seu aparecimento está intimamente relacionado ao excesso de estresse, baixa da imunidade, deficiência vitamínica e principalmente sensibilidade dérmica.

A queda dos fios pode ser resultado de vários problemas do couro cabeludo. (Foto Divulgação: MdeMulher)

Eflúvio telógeno

Essa doença é caracterizada pela queda de fios imaturos do folículo piloso, ainda na fase telógena. É resultado de alterações no crescimento nas fases anteriores, ou seja, da anágena para catágena, e desta para telógena. A consequência é rarefação difusa dos fios.

Pode ser causada pela depressão pós-parto, deficiência proteica e de ferro, estresse, uso de medicamento e até por outras doenças sistêmicas, como distúrbios da tireoide, diabetes descontrolado, lúpus e hepatites.

Tinha do couro cabeludo

É uma infecção fúngica superficial do couro cabeludo, mais comum em crianças, adquirida através do contato com pessoas ou animais infectados. O quadro clínico são placas únicas ou múltiplas de alopecia e descamação. O diagnóstico é feito através do exame micológico direto.

Conheça produtos para couro cabeludo sensível.

O estresse está intimamente relacionado à ocorrência de doenças do couro cabeludo. (Foto Divulgação: MdeMulher)

Dermatite seborreica

Conhecida simplesmente por seborreia ou caspa, é um dos problemas mais comuns do couro cabeludo e se manifesta em regiões com grande secreção de glândulas sebáceas ou presença de fungo. As manifestações consistem em lesões avermelhadas, com descamação e intenso prurido. Suas causas englobam alterações hormonais, estresse e mudanças bruscas de temperatura.

Leia Também:  Produtos para tratar queda de cabelo

Assim como as outras partes do corpo, o couro cabeludo é uma região que pode apresentar algumas doenças específicas. Por isso, é importante não pensar apenas na saúde dos fios, mas assegurar condições ideais para garantir a saúde do couro cabeludo.

Top