Problemas mais comuns em celulares e smartphones

Problemas mais comuns em celulares e smartphones

Cada vez mais presentes e até mesmo indispensáveis na vida das pessoas, os celulares e os smartphones, assim como qualquer outro tipo de aparelho…

Por Andre em 03/10/2012

Cada vez mais presentes e até mesmo indispensáveis na vida das pessoas, os celulares e os smartphones, assim como qualquer outro tipo de aparelho eletrônico, estão sujeitos a vários problemas, que quando acontecem, deixam os proprietários desesperados.

Mesmo com todo o avanço tecnológico, os celulares e os smartphones ainda estão sujeitos a vários tipos de problemas (Foto: Divulgação)

Mesmo com toda a tecnologia presente nesses dispositivos móveis, nenhuma empresa ainda conseguiu produzir um celular ou smartphone que fosse indestrutível, ficando livre de problemas causados por quedas (no chão ou na água), falhas de software e falta de energia, entre outros.

Esses são alguns dos problemas mais comuns em celulares e smartphones, causados tanto pelo mau uso dos aparelhos quanto por defeitos de fábrica. E para fazê-los voltar a funcionar, é importante saber que quanto mais avançado o aparelho, mais caro será o conserto.

Saiba quais providências tomar se o seu celular veio estragado: Produto novo com defeito: o que fazer

Display quebrado

A tela quebrada é um dos principais problemas que atingem os dispositivo móveis (Foto: Divulgação)

Muitos usuários de smartphones e celulares já deixaram o seu aparelho escorregar das mãos ou cair da mesa, causando verdadeiros estragos. Dependendo da altura da queda e da resistência do telefone, ele poderá não sofrer nada, ter pequenos arranhões, componentes danificados ou ainda o display quebrado.

No caso da tela quebrada, muitas vezes não será possível utilizar o telefone, pois o display ficará escuro e você não conseguirá ter acesso às informações, sendo necessária a troca do display, cujos valores podem variar de R$ 20,00 a R$ 500,00, dependendo do modelo do celular.

Touchscreen com defeito

Se usado de maneira errada, o touchscreen também pode apresentar defeito (Foto: Divulgação)

As telas sensíveis ao toque foram um grande avanço nos celulares e smartphones, trazendo novas funcionalidades a eles. Porém, o uso incorreto, como apertar a tela com muita força, ou até mesmo as quedas, podem estragar 0 recurso.

O conserto também vai pesar no bolso, com valores semelhantes aos citados acima.

Aplicativos que não funcionam

A instalação de aplicativos e jogos incompatíveis com o sistema operacional pode levar a falhas no software (Foto: Divulgação)

Com centenas de milhares de aplicativos à disposição, muitos usuários querem ter todos eles em seu aparelho e instalam os apps sem nem mesmo verificar a compatibilidade com o seu smartphone.

A instalação desordenada pode levar a falhas no uso do app e até causar defeito no sistema operacional do aparelho, fazendo com que você tenha que desembolsar entre R$ 30,00 e R$ 200,00 para consertá-lo.

Acidentes com líquidos

A queda na água é outro problema que assombra os usuários de smartphones e celulares (Foto: Divulgação)

Deixar o smartphone cair na água é um dos piores pesadelos que os usuários podem ter. A queda em vasos sanitários, piscinas, mar ou poça d’água é capaz de trazer imensos prejuízos, resultando até na perda total do aparelho, dependendo da situação. Em alguns casos, mesmo que o aparelho não possa ser reutilizado, ainda é possível salvar os dados armazenados nele.

Bateria fraca

Para usar tantos recursos e funções ao mesmo tempo, é preciso economizar a bateria (Foto: Divulgação)

Antigamente, os celulares tinham poucas funções, além da principal, que era fazer e receber ligações. Naquela época, as baterias duravam vários dias. Atualmente, com tantas funções, conexões, processadores e sistemas operacionais similares aos de computadores, é difícil utilizar o smartphone sem ter que recarregar a bateria quase todo dia.

Veja as dicas: Bateria de celular – como aumentar a duração

Top