Principais tipos de grama

Principais tipos de grama

A grama é um item fundamental nos projetos paisagísticos. Ela valoriza as áreas externas, destaca as plantas ornamentais e deixa o jardim com mais…

Por Isabella Moretti em 12/10/2013

A grama é um item fundamental nos projetos paisagísticos. Ela valoriza as áreas externas, destaca as plantas ornamentais e deixa o jardim com mais personalidade.

Grama Bermudas. (Foto:Divulgação)

Como existem muitas espécies de gramas, os moradores costumam sentir dificuldades para escolher a melhor forração. Alguns fatores precisam ser levados em conta para eleger o tapete verde ideal, como tipo de solo, luminosidade e umidade.

Tipos de grama

Confira a seguir os principais tipos de grama:

Bermudas: apresenta alta resistência ao pisoteio e se recupera com facilidade dos danos. É perfeita para campos de futebol e golfe.

São-carlos: é caracterizada pelas folhas largas, lisas e que exaltam um verde intenso. Versátil, esta espécie pode ser plantada no sítio, na fazenda ou mesmo na residência. Ela suporta sombra, sol, umidade e frio.

Grama Santo-agostinho. (Foto:Divulgação)

Santo-agostinho: a grama tem folhas lisas, estreitas e com uma coloração verde-escuro. Ela suporta pisoteio, mas não é recomendada para regiões frias.

Batatais: as folhas são longas, finas e apresentam uma coloração verde-claro. O cultivo pode ser feito, inclusive, em solos pobres ou com tráfego intenso.

Coreana: a grama tem folhas estreitas, pequenas e pontiagudas. Ela deve ser cultivada em sol pleno e em solo fértil.

Preta: a espécie é perfeita para a forração de áreas com sombra. Ela não precisa ser aparada, porém não apresenta resistência ao pisoteio.

Esmeralda: é a espécie de grama mais aplicada em projetos paisagísticos residenciais. Ela tem folhas estreitas e conferem uma aparência mais delicada ao gramado. Também apresenta resistência ao pisoteio.

Grama Esmeralda. (Foto:Divulgação)

Dicas para escolher e cuidar da grama

• As gramas precisam de muita luz e água para se desenvolverem.

• A grama-são-carlos é uma espécie perfeita para a forração de áreas sombreadas.

• A espécie grama santo-agostinho é a mais apropriada para regiões litorâneas.

• Por causa do seu crescimento lento, a grama coreana é a mais apropriada para quem não tem tempo de cuidar do gramado.

• O plantio da grama deve acontecer na época de chuvas.

• É importante preparar o terreno antes de plantar a grama, ou seja, remover as ervas daninha e os insetos.

• Se o solo apresenta muita acidez, ele pode ser corrigido com calcário dolomítico. No caso do solo arenoso, é recomendado adicionar matéria orgânica.

• O gramado necessita de podas mais frequentes durante o período de chuva, pois a grama cresce mais rápido.

• A adubação precisa ocorrer pelo menos uma vez por ano.

• Regas abundantes e diárias deixam o gramado mais saudável e bonito.

Top