Principais motivos que te deixam no vermelho

Organizar as finanças não é uma tarefa fácil. O índice de inadimplência entre os consumidores brasileiros comprova este fato. Na Capital Paulista, por exemplo,…

Organizar as finanças não é uma tarefa fácil. O índice de inadimplência entre os consumidores brasileiros comprova este fato. Na Capital Paulista, por exemplo, cerca de 48,8% das famílias afirmaram estar endividadas no mês de janeiro. Os dados são da PEIC, Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor.

De uns tempos para cá, o índice de inadimplência entre consumidores não para de aumentar. (Foto: Divulgação).

Diante desta realidade, muitos se perguntam quais são os motivos que podem nos colocar o vermelho. Sem dúvida, conhecer os vilões da saúde financeira é fundamental para manter o seu orçamento sob controle e evitar o acúmulo de despesas.

Por isso, separamos os fatores que podem te deixar com a corda no pescoço e algumas dicas que irão ajudá-lo a se livrar das dívidas. Confira!

Principais motivos que te deixam no vermelho

Gastar mais do que ganha é o principal motivo pelo qual muitos brasileiros ficam com os bolsos vazios. (Foto: Divulgação).

Gastar mais do que ganha – apesar de óbvio, este é um dos principais motivos que levam os consumidores a falência. Para não gastar mais do que ganha, você deve registrar os seus gastos e ganhos mensais e adequar as despesas a sua renda. O ideal, de acordo com os especialistas, é elaborar um planejamento de modo que você consiga poupar 20% dos seus rendimentos.

Veja também: Dicas para administrar bem o dinheiro.

Juros – quem se endivida com juros corre o sério risco de entrar no vermelho e fazer com que suas dívidas se transformem numa bola de neve. Para evitar esse tipo de problema, procure parcelar as suas compras em até 3 vezes sem juros, para que assim você não tenha que carregar a dívida por muito tempo.

Outro vilão do endividamento são os juros, que podem transformar as dívidas numa verdadeira bola de neve. (Foto: Divulgação).

Cartão de crédito – outro vilão do endividamento, o cartão de credito exige bastante cuidado. Seu uso deve ser feito com planejamento para não trazer prejuízos ao seu bolso. Pague sempre a fatura toda e dentro do prazo de vencimento. Como os juros do cartão são muito altos, quitar em dia os seus débitos é fundamental para evitar que sua dívida aumente.

Leia Também:  Erros que as pequenas empresas cometem

Saiba como comprar sem fazer dívidas no cartão de crédito.

Cheque especial – o cheque especial também é um problema e tanto para quem não quer entrar no vermelho. Quem fica devendo para o banco precisa se sujeitar ao pagamento de altas taxas de juros (em média, cerca de 8% ao mês).

Sem dúvida, esses são os principais motivos que podem te deixar no vermelho. Mas para não ficar com a corda no pescoço, você ainda precisa lidar com as tentações do mercado. Tome cuidado para usar o seu dinheiro desnecessariamente e, assim, contrair mais dívidas do que você já tem. Nessas horas, manter o pé no chão é fundamental!

Top