Principais estilos de decoração

Principais estilos de decoração

Na hora de planejar a decoração, uma das tarefas mais importantes é acertar na escolha do estilo. Com base nisso, os moradores podem desenvolver…

Por Isabella Moretti em 04/04/2012

Estilo provençal aparece na foto, leve e sofisticado, uma vertente do clássico.

Na hora de planejar a decoração, uma das tarefas mais importantes é acertar na escolha do estilo. Com base nisso, os moradores podem desenvolver uma proposta para montar cada cômodo da casa, considerando as preferências para definir a estética ideal.

O estilo é responsável por imprimir conceitos na decoração, invocando formas, cores, materiais e outros elementos característicos. Ele costuma causar estímulos e sensações, dependendo da forma como é trabalhado nas etapas da decoração. No entanto, na hora de eleger um estilo, é fundamental favorecer o dia-a-dia dos moradores.

Há vários estilos que ditam os rumos da decoração, sendo que alguns deles se destacaram ao longo do tempo e lançaram tendências. No caso do morador querer deixar o visual de um ambiente mais personalizado e original, ele pode optar por uma combinação de estilos, ou seja, mesclar elementos de estilos diferentes para obter resultados autênticos. A decoração concede esta liberdade, mas é necessário não colocar em risco a harmonia e o bom-gosto.

Confira a seguir informações sobre os principais estilos de decoração:

Contemporâneo

Estilo contemporâneo

O estilo contemporâneo procura valorizar uma estética moderna, incorporando linhas retas e formas puras para compor a decoração. Ele favorece a sensação de bem estar dos moradores, além de aproveitar as principais tecnologias para deixar os ambientes mais funcionais e bonitos.

O contemporâneo possui uma forte ligação com o minimalismo na decoração, cujo conceito básico afirma que ‘menos é mais’. Desta forma, é interessante trabalhar com cores mais neutras, sobretudo o branco, além de usar peças decorativas que exibam desenhos limpos e sem rebuscamento. Por todas as suas vantagens, o estilo contemporâneo se destaca como o mais usado no mundo todo.

Clássico

Estilo clássico

As pessoas que não apreciam a decoração inspirada na vida moderna podem optar pelo estilo clássico. A proposta resgata as tendências que fizeram sucesso no passado, adotando peças mais detalhadas e com traços de época. A principal inspiração do estilo clássico vem das casas europeias do século XVII, principalmente dos franceses e ingleses. Mas, para não deixar os ambientes tão ‘envelhecidos’, é possível incorporar apenas alguns elementos do estilo.

Rústico

Estilo rústico

A decoração rústica explora o efeito estético do inacabado, do robusto e do envelhecido. Neste tipo de composição é comum aparecer madeira de demolição, móveis desgastados pelo tempo e artigos artesanais que deixam o visual do ambiente mais acolhedor. As cores sujas e os tons terrosos são típicos neste estilo de decoração, que aparece com mais frequência em casas de campo.

Romântico

Estilo romântico

Delicado, acolhedor e suave, o estilo romântico tem como objetivo deixar os ambientes mais agradáveis e leves. O conceito não se limita apenas as preferências femininas, mas na verdade inclui elementos que aumentam a sensação de intimidade e conforto. O romantismo na decoração explora principalmente a estampa floral, além de incluir os tons neutros e pastéis nos espaços residenciais. É típico do estilo romântico montar uma atmosfera nostálgica, com influências de outras épocas.

Retrô

Estilo retrô

O retrô resgata peças que fizeram sucesso no passado, incluindo móveis, eletrodomésticos, utensílios e estampas. O estilo se apropria principalmente de elementos dos anos 40, 50, 60 e 70, que exigem designers reconhecidos em qualquer contexto.

Existem muitos outros estilos de decoração, então procure conhecer as características de cada um deles para mudar o visual da sua casa.

Top