Primeiros Socorros no Trânsito

Primeiros Socorros no Trânsito

O Trânsito, principalmente no Brasil, vem sendo sinônimo de alerta. A violência dos motoristas e a falta de controle para com os veículos são…

Por Editorial MDT em 25/03/2010

Primeiros Socorros no Trânsito

O Trânsito, principalmente no Brasil, vem sendo sinônimo de alerta. A violência dos motoristas e a falta de controle para com os veículos são alguns dos motivos das causas de acidentes graves pelo país. Mas e se você estiver passando pelo acidente e encontrar vítimas precisando de ajuda? O que fazer? Muitos responderiam que é só chamar o Socorro, mas na verdade dependendo do estado da vítima você também pode fazer os primeiros socorros, pois isso pode salvar a vida de alguém.

Os procedimentos de primeiros socorros só devem ser realizados em quase de risco de morte, onde a vítima não irá agüentar esperar pela ajuda especializada. No curso de formação de condutos, passado pelo DETRAN em todos os estados brasileiros, os futuros motoristas aprendem o básico do primeiro socorro e esse deve ser aplicado no dia-a-dia em caso de acidentes com vítimas mais graves. É importante que o indivíduo realmente conheça os conceitos sobre primeiros socorros, pois um atendimento errôneo pode prejudicar ainda mais a vítima.

São centenas de procedimentos diferentes para cada situação. Queimadura, fratura, afogamento, hemorragia, parada cardíaca, são alguns dos problemas que podem ocorrer em vítimas de acidentes de trânsito. Se o paciente for atendido nos primeiros 2 minutos em casos de falta de ar, a probabilidade de salvamento será de 90%. Nesse caso é feita a respiração artificial, conhecida também por “respiração boca a boca”. Para estancar uma hemorragia você pode usar qualquer pano limpo ou gaze. Pressione sobre o ferimento e aguarde o socorrista.

Ao socorrer vítimas de trânsito você deve sempre zelar pelo conforto e a vida delas. Já no caso de fraturas, quanto menos mexer melhor, principalmente quando envolve o pescoço. Fraturas expostas e fechadas dificilmente oferecem risco de vida, ou seja, a vítima pode suportar até o socorro chegar e fazer os melhores procedimentos para a situação. Por isso é melhor que você não faça nada ou ainda tenha os mais delicados cuidados, pois um movimento brusco ou errado pode tornar a fratura ainda mais grave. Para conferir todos os procedimentos de primeiros socorros você pode conferir a cartilha de primeiros socorros DETRAN que está disponível no próprio site do DETRAN.

Top