Previna oito problemas femininos com a dieta

Previna oito problemas femininos com a dieta

Previna oito problemas femininos com a dieta de alimentos saudáveis tendo uma melhor saúde, disposição e boa forma. Uma dieta não precisa ser necessariamente…

Por Redacao em 11/04/2015

Previna oito problemas femininos com a dieta de alimentos saudáveis tendo uma melhor saúde, disposição e boa forma. Uma dieta não precisa ser necessariamente uma lista de restrições para emagrecer, nem toda dieta precisa ter o emagrecimento como objetivo principal. Ter uma alimentação saudável pode ser considerada um tipo de dieta pois tem um foco principal que é consumir alimentos que trazem benefícios ao seu organismo. Conheça oito problemas femininos que podem ser evitados seguindo uma alimentação adequada.

Confira: Como Fazer uma Dieta Corretamente

Previna oito problemas femininos com a dieta - É possível prevenir diversos problemas com uma dieta balanceada (Foto: Divulgação)

 Previna oito problemas femininos com a dieta

Uma dieta equilibrada está diretamente ligada à prevenção de doenças como hipertensão, diabetes e colesterol alto. Previna oito problemas femininos com a dieta saudável:

Câncer de mama

O câncer de mama está entre as dez doenças que mais matam mulheres no Brasil. Alimentos como brócolis, mostarda, couve e hortaliças verdes desempenham um papel ainda maior na redução de chances de câncer de mama, pois são ricos em glucosinolatos, aminoácidos que tem uma função importante na prevenção e tratamento da doença. Além deles, outros alimentos como alho, nabo, alface, abóbora e espinafre possuem menores quantidades de gluconisolatos, e devem fazer parte da dieta.

Câncer de colo do útero

A doença apresenta 18.430 novos casos por ano. Um estudo da Escola de Medicina da Universidade Vanderbilt (EUA) descobriu que consumir três ou mais porções de peixe por semana diminuía em 33% o risco de desenvolver câncer de colo do útero. De acordo com os autores, o poder anti-inflamatório do ômega 3, presente nos peixes, atua combatendo os pólipos adenomatosos – são crescimentos anormais na mucosa do cólon que podem se tornar um tumor.

Dor de cabeça

Segundo a Academia Brasileira de Neurologia, 76% das brasileiras sofrem com algum tipo de dor de cabeça. Uma pesquisa desenvolvida pela Escola de Ciências da Saúde da Universidade Griffith, na Austrália, descobriu que uma dieta rica em vitaminas do complexo B pode ajudar a prevenir crises de enxaqueca. A nutricionista Roseli Rossi, da clínica Equilíbrio Nutricional, afirma que essas vitaminas, principalmente a B12, são fundamentais para o pleno funcionamento do sistema nervoso, evitando alterações de sensibilidade no corpo, que podem causar crises de enxaqueca.

Depressão

Um levantamento feito pela Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que 17 milhões de brasileiros sofram com depressão, sendo que a proporção é de duas mulheres para cada homem com a doença.Um cardápio rico em vitamina D pode ser grande aliado contra a depressão. A principal fonte dessa vitamina é a luz solar, que estimula a produção da vitamina por nossa pele. Outras fontes de vitamina D são: ovos, iogurte, fígado de boi, sardinha e óleo de fígado de bacalhau.

Menopausa

Para se livrar das ondas de calor e da irritação, tão comuns na menopausa, invista em boas porções de soja. É o que afirma um estudo realizado pela Universidade de Delaware, nos Estado Unidos.Para aproveitar esses benefícios, é necessário consumir pelo menos 54 miligramas de isoflavonas por dia – o equivalente a dois copos de leite de soja ou sete gramas de tofu.

Leia também: Benefícios dos Cereais Integrais em nossa Alimentação

Aposte nos sucos detox (Foto: Divulgação)

Endometriose

A endometriose ainda não tem causas conhecidas e atinge cerca de seis milhões de brasileiras, sendo que até 50% delas podem ficar inférteis. Apesar de as causas diretas ainda serem desconhecidas, um estudo publicado na revista Human Reproduction e desenvolvido pela Universidade de Harvard (EUA) concluiu que mulheres que consomem muitos alimentos ricos em ômega 3 tem uma chance 22% menor de serem diagnosticadas com endometriose.

Infecção urinária

Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia, cerca de 20% da população feminina brasileira apresenta o distúrbio, que é caracterizado por dores ao urinar e desejo súbito e intenso de urinar, sempre em pequenas quantidades.A infecção urinária pode ser prevenida ou tratada com a ingestão de suco de cranberry, também chamada de mirtilo. De acordo com um estudo publicado no Archives of Internal Medicine e desenvolvido por pesquisadores da Universidade Nacional de Taiwan, na China, a hipótese que justificaria o efeito benéfico da fruta é a presença de compostos que inibem a aderência da bactéria Escherichia coli –  causadora da doença – na mucosa do trato urinário.

Hipotireoidismo

Segundo dados levantados pelo IBGE em 2011, cerca de 15% das mulheres adultas sofrem com o hipotireoidismo, incidência que é 10 vezes maior que nos homens. Pesquisadores da USP descobriram que uma dieta rica em selênio é fundamental para o bom funcionamento da tireoide, prevenindo doenças relacionadas à glândula.

 

Dúvidas comuns na hora de seguir dietas

Tire suas dúvidas sobre as dietas (Foto: Divulgação)

Para facilitar o seu dia a dia comendo alimentos saudáveis, você pode aderir dieta que tem esse propósito.

  • Cuidado com os produtos light

Comer produtos lights não deve ser motivação para exageros. As pessoas acham que por algo com menor quantidade calórica pode comer a vontade, quando quiser e nas quantidades que achar necessário. Porém, mesmo os produtos lights possuem calorias, e se ingeridos em excesso acabam gerando um excesso de peso, além de fazer mal.

  • Temperos

O tempero de saladas são permitidos, mas precisa saber quais são liberados. Limão e vinagre não engorda, mas usar o sal para temperar essa salada deve ser usado com moderação. Não use maionese e molhos com gordura, pois isso pode aumentar muito a quantidade calórica do prato, o que será algo bem negativo.

Leia mais: Suco: Poderoso Aliado Na Manutenção da Saúde e do Bem Estar

Aposte em uma dieta que tenha muitos alimentos saudáveis no cardápio (Foto: Divulgação)

  • Comer de três em três horas

Comer de três em três hora é essencial sim! Somente dessa forma seu corpo de acostuma com a entrada de alimentos sempre em seu organismo e você consegue, com certeza, ter um melhor metabolismo. Coloque o despertador para te lembrar de se alimentar de três em três horas com qualidade e com tudo o que se tem direito.

 Previna oito problemas femininos com a dieta equilibrada e sinta-se bem sendo saudável!

Top