Previdência privada: cuidados ao contratar

A previdência privada: cuidados ao contratar é uma boa alternativa para quem está pensando a longo prazo em se aposentar, e quer ter uma…

Por Andre em 01/10/2015

A previdência privada: cuidados ao contratar é uma boa alternativa para quem está pensando a longo prazo em se aposentar, e quer ter uma vida mais tranquila e confortável, uma vez que somente com o valor pago pelo INSS, pode ser um pouco complicado manter o mesmo padrão de vida quando não estiver mais trabalhando. No entanto nem tudo é como parece ser previdência privada: cuidado ao contratar.

Previdência privada: cuidado ao contratar (Foto: Divulgação)

Previdência Privada: cuidado ao contratar

Um bom plano de previdência privada também pode permitir que a aposentadoria ocorra até mesmo antes do previsto, dependendo do rendimento e da quantia acumulada, tornando-se ainda uma ótima opção para garantir um futuro mais seguro para os filhos. Por esses e outros motivos, é possível notar a importância que tem adquirir um plano de previdência privada: cuidado ao contratar.

Mesmo com as facilidades de se associar a um desses planos, que são oferecidos por seguradoras e instituições bancárias, é preciso tomar alguns cuidados antes de assinar o contrato, pois o que era para ser um grande negócio pode resultar em alguns prejuízos para o consumidor. Para evitar dores de cabeça, confira algumas dicas.

 

Antes de investir o seu dinheiro, procure saber mais sobre a empresa que está contratando (Foto: Divulgação)

Primeira Dica: Verifique a idoneidade da empresa

Como você vai aplicar uma boa quantidade de dinheiro, é importante verificar quem é a empresa com a qual estará lidando. Busque informações de pessoas que contrataram o mesmo plano e que já estão a mais tempo. Também é recomendado ficar atento à solidez financeira da empresa, para não correr risco de falência da instituição.

Planeje a sua vida financeira e evite parcelas mais altas, para não comprometer o seu orçamento (Foto: Divulgação)

Segunda Dica: Valor mínimo da contribuição

Para fazer um depósito mensal no plano de aposentadoria privada, você deve, antes de mais nada, planejar a sua vida financeira, para saber qual o melhor valor para a contribuição. Evite comprometer o seu orçamento, principalmente pensando no futuro para que não sofra com os gastos exagerados. Outra dica muito importante é dar preferência a planos mais flexíveis, que permitam ao participante aumentar ou diminuir o valor dos seus depósitos ou até deixar de pagar durante um tempo, no caso de um eventual aperto financeiro.

Ler o contrato com muita atenção é fundamental, antes de escolher o seu plano de previdência (Foto: Divulgação)

Leia o contrato com atenção

Como em qualquer tipo de negócio, é fundamental ler com atenção o contrato do plano de previdência privada. É bem provável que você encontre algo que não entenda, portanto não deixe de questionar a operadora e, se preciso, procure um profissional que entenda do assunto para lhe auxiliar.

Durante a leitura do documento, preste atenção às taxas de administração e de carregamento, pois dependendo dos valores cobrados, o rendimento pode ser prejudicado.

Escolha o plano conforme o seu perfil e não deixe de acompanhar o rendimento, para saber se está valendo a pena (Foto: Divulgação)

Escolha um plano adequado ao seu perfil

Geralmente, as seguradoras oferecem planos conservadores, moderados e agressivos. Para escolher aquele que melhor se encaixa ao seu perfil, você pode procurar a ajuda de um consultor financeiro.

Depois que escolher o plano de previdência mais adequado, não deixe de acompanhar o histórico do rendimento, para saber se os objetivos estão sendo alcançados.

Top