Pressão baixa na gravidez: saiba mais

A pressão baixa na gravidez  pode causar desmaios e, consequentemente, quedas, trazendo muitos riscos para a gestante e também para o bebê. Para reverter…

A pressão baixa na gravidez  pode causar desmaios e, consequentemente, quedas, trazendo muitos riscos para a gestante e também para o bebê. Para reverter a pressão baixa é necessário tomar muitos líquidos, evitar bebidas alcoólicas e ter alguns cuidados especiais. Saiba mais sobre a pressão baixa na gravidez.

A gestante deve ter cuidados redobrados na gravidez. (Foto: divulgação)

Pressão baixa na gravidez

A pressão baixa na gravidez é normal, já que ocorrem várias alterações no aparelho circulatório da mulher. Logo no começo da gestação, quando é formada a placenta, ocorre um aumento da necessidade de sangue que deve suprir a circulação sanguínea da mãe e da placenta contendo um pequeno embrião.

Na fase inicial, o organismo da mulher ainda não teve tempo suficiente para se adaptar e não consegue suprir a quantidade extra de sangue necessário, podendo causar pressão baixa em várias circunstâncias. Muitas gestantes, principalmente as que já possuem tendência de hipotensão, podem apresentar tonturas, que é o primeiro sinal.

Esse fenômeno pode ocorrer quando mudam rapidamente de posição, por exemplo quando levanta rapidamente, depois de estarem sentadas ou deitadas por um longo período. O ideal nesses casos é tentar levantar mais devagar, sentar por alguns minutos e só depois levantar. A pressão baixa pode ser exagerada nas grávidas e pode provocar vômitos, principalmente no primeiro trimestre.

A pressão da gestante deve ser monitorada com frequência. (Foto: divulgação)

O que fazer com a pressão baixa na gravidez

Nos casos de pressão baixa na gravidez, algumas medidas podem ser tomadas para prevenir e evitar o desmaio, dentre elas estão:

  • Caso você esteja andando sozinha na rua é preciso parar, respirar, sentar e colocar a cabeça entre os joelhos por alguns minutos;
  • Se puder é preferível deitar em uma posição mais confortável e elevar as pernas para ajudar a normalizar o fluxo sanguíneo;
  • Ter sempre algo salgado dentro da bolsa, como bolachas, frutos secos e outros pode ajudar durante as crises;
  • Tome muitos líquidos para evitar a desidratação e diminuição do volume de fluxo sanguíneo, mas em pequenas quantidades e dar preferencia para sucos de frutas;
  • Se puder, é preferível deitar em uma posição mais confortável e elevar as pernas para melhorar o fluxo sanguíneo;
  • Evite ficar longos períodos em ambientes mais quentes e úmidos;
  • Pratique exercícios físicos leves regularmente, pois eles possuem efeitos benéficos para a circulação.

    A pressão baixa na gravidez é muito comum. (Foto: divulgação)

A pressão baixa  é um problema que pode causar grandes incômodos para a mulher na gravidez. Ela pode ser provocada por vários fatores e uma alimentação saudável ajuda a combater o problema. Aposte nas dicas sobre o que fazer para melhorar a pressão baixa e reduza os sintomas dessa condição.

Leia Também:  Dicas de maquiagem para a mulher grávida

 

 

 

Top