Por vaga nas Olimpíadas, Brasil busca três vitórias na Copa do Mundo de vôlei

A palavra de ordem na Seleção Brasileira masculina de vôlei é reabilitação. Após duas derrotas consecutivas pela Copa do Mundo do Japão (contra Cuba…

Próximo desafio da equipe de Bernardinho será a Seleção do Irã, nesta sexta-feira. (Foto/Divulgação-CBV)

A palavra de ordem na Seleção Brasileira masculina de vôlei é reabilitação. Após duas derrotas consecutivas pela Copa do Mundo do Japão (contra Cuba e Sérvia), os brasileiros se prepararam para a disputa da quarta e decisiva fase do Mundial, torneio que garante os três primeiros colocados nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

Na madrugada desta sexta-feira, os comandados do técnico Bernardinho voltam à quadra para encarar o Irã, em Tóquio. Na sequencia, terão pela frente ainda as seleções da Polônia e do Japão.

Com cinco vitórias e três derrotas, a equipe verde e amarela ocupa a quarta colocação do Mundial, com 16 pontos conquistados. A Polônia é líder, com 22, seguida de Rússia (21) e Itália (17).

Como a seleção está atualmente fora da zona de classificação para as Olimpíadas, o técnico Bernardinho afirma que o Brasil precisará de três vitórias na reta final para tentar se garantir nos jogos. “Nos restam três partidas e, nessa última fase, temos que buscar três vitórias. Sabendo controlar um pouco a questão da ansiedade e trabalhando como grupo, temos condições de tentar e conseguir essa vaga para as Olimpíadas”, afirmou o comandante em entrevista ao site oficial da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

Apesar de saber da necessidade de buscar os pontos na última fase da Copa do Mundo, Bernardinho ressalta que a seleção não encontrará facilidade e prevê confrontos difíceis pela frente. São partidas duras. O Irã tem surpreendido nesta competição, atrapalhando o percurso de alguns times mais fortes e nós precisamos efetivamente dessas vitórias, que só virão se tivermos tranquilidade e serenidade. Precisamos de uma força mental, que vai ser importante para superarmos toda pressão que vai ser essa última fase”, disse Bernardinho.

Leia Também:  Brasil vence a Sérvia de virada e segue vivo na Copa do Mundo de vôlei

Top