Pontos Turísticos na Polônia

A Polônia tem sua História ligada mais às mazelas causadas pela Segunda Grande Guerra Mundial, período em que foi invadida pela Alemanha Nazista, do…

A Polônia tem sua História ligada mais às mazelas causadas pela Segunda Grande Guerra Mundial, período em que foi invadida pela Alemanha Nazista, do que por belezas ou opções turísticas. Lá ficam os campos de concentração mais terríveis da História – que hoje são preservados e abertos ao público para que a memória seja preservada e não torne a acontecer. A capital polonesa, Varsóvia, é conhecida por sua arquitetura pouco charmosa de parques e prédios de concreto da era comunista – pós-guerra.

Contudo, com o ingresso da nação na União Européia, o país tem tido fôlego financeiro para poder mudar essa realidade e atrair turistas. Uma vantagem dessa sinopse não tão agradável é que a Polônia acaba sendo um dos destinos mais baratos para se visitar em toda a Europa. Mas daí você pergunta: o que ver na Polônia? E a resposta é: castelos. Há uma grande lista de castelos que pipocam em toda extensão da Polônia. De estruturas enormes a charmosas, de origem militar a casas senhoriais. Escolher três dos mais importantes para apresentar neste artigo.

Há dezenas de castelos medievais que fazem da paisagem do país um retorno no temo. Um deles é o Castelo de Malbork, situado na região de mesmo nome. Fica à margem direita do Rio Nogat, foi construído pela Ordem dos Cavaleiros Teutônicos. Ele foi edificado a partir de 1274 e tornou-se o quartel general dos Cavaleiros Teutónicos, e a sua maior fortaleza gótica, servindo de quartel general para os soldados imperiais da Boêmia durante a Guerra dos Treze Anos. Foi vendido em 1457 ao rei Casimiro IV da Polônia e é o maior do mundo construído com tijolos. Atualmente encontra-se classificado como Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO, desde 1997.

O Castelo Real de Varsóvia é um antigo palácio real que serviu de residência oficial aos Reis da Polônia. Situa-se na entrada da Cidade Velha e é um símbolo da soberania e da história do país. As suas origens somam quase sete séculos e comportou os gabinetes pessoais do rei e os gabinetes administrativos da Corte Real da Polônia, quando estiveram ali localizados. Foi devastado depois da Segunda Guerra, mas reconstruído. Atualmente é um monumento histórico e o museu nacional.

O Castelo de Ujazdów  fica em uma região histórica, entre o Parque de Ujazdów e o Parque dos Banhos Reais, em Varsóviaa. O primeiro castelo no local foi erigido pelos Duques da Mazóvia, no séc. XIII. Contudo, no século seguinte, a sua corte moveu-se para o futuro Castelo Real de Varsóvia, pdeixando-o abandonado. No Século XVI, uma casa senhorial foi construída para a Raínha Bona Sforza. Em 1674 o castelo foi comprado por Stanisław Herakliusz Lubomirski e arrendado pelo Rei Augusto II, que mandou construir uma nova residência no local.

Top