Pontos Turísticos em Pequim

Pequim ou Beijing: os dois nomes fazem referência ao mesmo local, a cidade que fica no norte da China e que foi a capital…

Por Redacao em 10/07/2011

Pequim ou Beijing: os dois nomes fazem referência ao mesmo local, a cidade que fica no norte da China e que foi a capital do império chinês entre 1421 e 1911. Com mais de dez milhões de habitantes, Pequim tem sido o destino de muitas pessoas do mundo inteiro, seja a lazer ou por questões de trabalho, já que o país se firma cada vez mais como uma potência da economia mundial.

Em 2008, a cidade passou por grandes reformulações para sediar as Olímpiadas e hoje tem entre seus pontos turísticos, o monumental Estádio Nacional, construído naquela ocasião. Outra referência forte na cidade é o alto índice do uso da bicicleta como meio de transporte.

Devido ao grande número de habitantes, Pequim enfrenta grandes problemas de congestionamento de trânsito, alto índice de poluição do ar e, em alguns casos, destruição do patrimônio histórico, que é um dos grandes atrativos da cidade. De qualquer forma, a visita vale a pena. Confira abaixo alguns locais que não devem deixar de ser vistos em uma viagem a Pequim.

Praça da Paz Celestial: é a maior praça do mundo, com 40 hectares de extensão e localizada em frente à Cidade Proibida. É lá que fica o Monumento das Pessoas Heróis, com 38 metros de altura. A Praça da Paz Celestial é utilizada pela população de Pequim para a prática de atividades físicas e é o coração simbólico do país. Foi lá que, em 1989, ocorreu um protesto pela democracia em que tanques de guerra iam contra estudantes que manifestavam.

Cidade Proibida: um complexo de 980 edifícios e 720 mil metros quadrados, a Cidade Proibida é praticamente uma cidade dentro da outra, localizada no centro de Pequim. Foi construída durante a Dinastia Ming e foi o palácio imperial da China durante cinco séculos. Atualmente, abriga o Palácio Museu e é considerado um dos palácios mais magníficos do mundo. Em chinês, a Cidade Proibida é conhecida como Zijin Cheng.

Grande Muralha da China: Uma das atrações turísticas mais procuradas na China é formada por diversas muralhas que foram construídas ao longo de dois séculos com o objetivo de estratégia nacional de defesa. Sua extensão é de 7300 metros e a altura média dos paredões é de 7,5 metros. A Muralha da China é considerada uma das Sete Maravilhas do Mundo e tem uma carga histórica muito relevante, já que foi construída por várias dinastias chinesas.

Estádio Nacional de Pequim: inaugurado em 2008 e palco da abertura e do encerramento dos Jogos Olímpicos de Verão de 2008, o estádio é conhecido também como Ninho de Pássaro em função das grandes estruturas expostas de ferro e de aço que se assemelham a um ninho. O grande investimento em engenharia e arquitetura fez com que o local se tornasse mais um ponto turístico de destaque na capital da China.

Biblioteca de Pequim: a terceira maior biblioteca do mundo está localizada em Pequim. São 80 mil metros quadrados, 2,9 mil assentos para leitura e 460 computadores com acesso à internet sem fio. Assim como o Estádio Nacional, a Biblioteca de Pequim tem uma estrutura arquitetônica que se destaca na paisagem urbana: trata-se de um retângulo suspenso de 120 metros de comprimento feito em aço e vidro. A biblioteca tem capacidade para 12 milhões de livros e disponibiliza 200 mil gigabytes de arquivo digital.

Top