Policial que acusou ministro do Esporte terá proteção do Governo Policial que acusou ministro do Esporte terá proteção do Governo

Policial que acusou ministro do Esporte terá proteção do Governo

No anoitecer desta terça-feira (18) o Ministério da Justiça divulgou que se houver requerimento, a Policia Federal prestará prontamente proteção especial ao policial militar…

Por Editorial MDT em 19/10/2011


No anoitecer desta terça-feira (18) o Ministério da Justiça divulgou que se houver requerimento, a Policia Federal prestará prontamente proteção especial ao policial militar João Dias Ferreira, o qual denunciou que o ministro Orlando Silva estaria envolvido em um suposto plano de desvio de verbas públicas do Ministério do Esporte.

De acordo com nota da assessoria da pasta, a decisão foi aceita depois que o ministério recebeu o ofício do PSDB, requerendo a proteção especial. Depois do almoço desta terça, parlamentares de oposição se reuniram com o policial militar. Pela manhã, declarando problemas de saúde o policial solicitou o adiantamento de uma declaração que iria dar à PF.

Segundo o Ministério da Justiça, a proteção será conferida depois que o PM apresentar-se a sede da Superintendência da PF no Distrito Federal e realizar o requerimento, o qual, de acordo com a nota, não foi realizado nesta terça.

Confira abaixo a nota divulgada pelo Ministério da Justiça.

“NOTA

O Ministério da Justiça recebeu, nesta terça-feira (18/10), ofício da liderança do PSDB solicitando, em caráter de urgência, proteção especial ao policial militar do Distrito Federal João Dias Ferreira.

O Departamento de Polícia Federal, em atendimento à determinação do ministro da Justiça, informou que a proteção será imediatamente concedida assim que o senhor João Dias Ferreira comparecer à sede da Superintendência da Polícia Federal do DF e, nos termos da lei, solicitar a segurança.

Nesse sentido, o Ministério da Justiça também entrou em contato com o comando da Polícia Militar do Distrito Federal para que o policial João Dias Ferreira seja apresentado à PF para prestar depoimento e receber a segurança. O mesmo foi informado à bancada do PSDB.

Contudo, e apesar de convidado a prestar depoimento, o policial, até o momento, não apresentou pedido algum de proteção, sem o qual não será possível a tomada das providências cabíveis.

Assessoria de Comunicação Social
Ministério da Justiça”

Top