Plantas que não atraem mosquitos da dengue

No auge do verão, os brasileiros começam a se preocupar com a proliferação do mosquito da dengue. O Aedes aegypti é considerado um grande…

No auge do verão, os brasileiros começam a se preocupar com a proliferação do mosquito da dengue. O Aedes aegypti é considerado um grande perigo para a saúde pública, afinal, ele é um poderoso vetor de doenças.

A água parada contribui com a proliferação do mosquito da dengue. (Foto:Divulgação)

Saiba mais: Eliminar água parada não é mais suficiente para combater o mosquito da dengue

A dengue é uma enfermidade que se manifesta através de sintomas típicos, como febre, dores musculares, tontura, vômitos e dores oculares. Quando atinge o grau hemorrágico, pode causar sangramentos e até levar a morte.

Com medo de acabar deixando água parada e atraindo o mosquito da dengue, muitas pessoas abrem mão de cultivar plantas em casa. No entanto, não é preciso fazer este tipo de renúncia para manter o aedes aegypti bem longe do lar.

Cultivo de plantas X dengue

A planta, quando bem cuidada, não oferece risco de dengue para a família. Para evitar a proliferação do mosquito transmissor da doença, os moradores podem adotar medidas simples e funcionais. Veja a seguir algumas dicas:

– Colocar areia nos pratinhos das plantas;

– Não deixar acumular entulho no jardim;

– É importante ter o hábito de remover a água dos pratinhos das plantas;

– Aplicar borra de café nas plantas. O composto contém substâncias que impedem o desenvolvimento das larvas;

– A planta deve ser regada apenas quando realmente necessitar, ou seja, quando a terra estiver seca;

– Borrifar uma solução de água sanitária com água é uma forma de controlar a evolução das larvas.

Plantas que atraem ou não o aedes aegypti

A bromélia acumula água, mas nem sempre é um foco do mosquito da dengue. (Foto:Divulgação)

Algumas plantas típicas do verão possuem as folhas com formato de roseta, favorecendo assim o acúmulo de água. Neste caso, o morador deve tomar cuidado na hora de regar e também redobrar a sua atenção nos períodos de chuva.

Apesar de ter a fama de acumular água, a bromélia não é necessariamente uma atração para o mosquito da dengue. Esta planta não faz uma poça de água, mas sim mantém uma reserva para suprir a sua necessidade de nutrientes.

O reservatório da bromélia guarda água antes mesmo do seu primeiro ano de vida. Rapidamente a roseta se transforma em um pequeno e rico ecossistema. Como a água acumulada está repleta de organismos, as larvas do mosquito da dengue não encontram um ambiente favorável para se desenvolver.

O plantio da Crotalaria combate o mosquito da dengue. (Foto:Divulgação)

A planta pode ser uma aliada no combate ao Aedes aegypti. A Crotalaria, por exemplo, é um arbusto com florzinhas amarelas que atrai libélulas, insetos estes que são considerados os predadores naturais do mosquito da dengue.

O plantio da Crotalaria no quintal, no jardim, nas margens de rios e principalmente em terrenos baldios se revela uma importante estratégia para combater a proliferação do Aedes aegypti.

Veja também: Dengue: o que é importante saber sobre a doença






Top