Pisos vinílicos: vantagens e desvantagens

O piso vinílico, também chamado de vinil, tem se tornado o queridinho dos arquitetos. O produto garante um acabamento de qualidade para as construções,…

Por Isabella Moretti em 01/10/2013

O piso vinílico, também chamado de vinil, tem se tornado o queridinho dos arquitetos. O produto garante um acabamento de qualidade para as construções, além do que é uma opção ecologicamente correta.

O piso vinílico requer mão-de-obra especializada para ser instalado. (Foto:Divulgação)

O piso vinílico pode ser encontrado em diferentes versões, como placas, mantas e tapetes. Sua colocação requer o trabalho de um profissional especializado, mas não faz muita sujeira e é muito prática.

Vantagens dos pisos vinílicos

Existem muitas vantagens de se trabalhar com pisos vinílicos. As peças são resistentes, não retém poeira, não mancham e nem absorvem líquidos com facilidade.

O vinil é um revestimento antialérgico, com alta durabilidade e que oferece segurança aos moradores da casa, afinal, ele não escorrega. Muitas pessoas escolhem o piso vinílico para revestir os ambientes porque ele contribui com o conforto térmico e também evita o velho “toc-toc” da madeira.

O vinil é prático, ecológico e confortável. (Foto:Divulgação)

No marcado, é possível encontrar uma ampla variedade de pisos vinílicos. As peças se distinguem com relação às cores, texturas e espessuras. As diversas opções de acabamento são capazes de satisfazer as necessidades de diferentes projetos de construção.

O piso vinílico é considerado um produto sustentável porque é fabricado com materiais reciclados. O revestimento também tem a capacidade de imitar outros materiais de forma bem convincente, como é o caso da madeira.

Revestir com piso vinílico é vantajoso porque é fácil de limpar, ou seja, basta usar um pano úmido para remover a sujeira. A aplicação das peças também não é tão complicada em comparação com os outros tipos de pisos, basta escolher uma superfície uniforme e limpa.

O piso vinílico evita toda a sujeira da construção e representa uma alternativa econômica para a obra.

Desvantagens do piso vinílico

O piso vinílico não é indicado para áreas externas. (Foto:Divulgação)

Como qualquer produto de construção, o piso vinílico também possui os seus pontos fracos. Na hora de escolher o acabamento, o consumidor deve evitar as versões com muitas ‘ranhuras’, afinal, elas criam dificuldades durante a limpeza.

O piso vinílico não é recomendado para as áreas externas e nem para ambientes que vivem em contato com a água, como é o caso do banheiro. A umidade costuma comprometer a fixação da cola usada no revestimento.

Na hora de instalar o vinil sobre outros materiais, é importante tomar cuidado. A madeira, por exemplo, não aceita esta combinação, tal como as pedras irregulares. Já a cerâmica necessita de um tratamento especial para ser revestida com pisos vinílicos.

Quem opta pelo revestimento com piso de vinil precisa tomar cuidado com os objetos e móveis pontiagudos na decoração, pois eles podem cortar a manta e comprometer a aparência do espaço.

Top