Pisos para área externa: quais são, dicas

Na hora de construir ou reformar a casa, uma das principais dúvidas que surgem é a escolha do piso ideal. As características do ambiente…

Na hora de construir ou reformar a casa, uma das principais dúvidas que surgem é a escolha do piso ideal. As características do ambiente precisam ser levadas em conta para escolher o material perfeito, como o nível de exposição e as necessidades dos moradores.

Deck de madeira na área externa. (Foto:Divulgação)

Saiba mais: Piso externo antiderrapante

Dicas para escolher os pisos da área externa

Nem sempre o mesmo tipo de piso usado no interior da casa serve para a área externa. Para revestir o espaço ao redor da piscina ou churrasqueira é necessário contar com um material mais resistente, duradouro e que não comprometa a segurança das pessoas.

Os pisos apropriados para a área externa precisam atender às exigências das situações de lazer e descontração. As peças devem ser fabricadas com um material antiderrapante, fácil de limpar e que não precisa de manutenção frequente.

Na hora de escolher os pisos da área externa da casa, o proprietário precisa ter em mente que as características essenciais são incompatíveis. Ou seja, um modelo de piso só é antiderrapante quando apresenta um aspecto poroso e irregular, atributos estes que facilitam o acúmulo de sujeira e complicam a limpeza. Por outro lado, se a superfície é fácil de limpar, ela também é escorregadia.

Tipos de pisos para a área externa

Confira a seguir uma seleção de pisos indicados para a área externa:

Cimentício: se destaca como um dos materiais mais usados para revestir a área de lazer. Possui a vantagem de ser antiderrapante e atérmico (não esquenta). Requer impermeabilização e limpeza frequente com produtos apropriados.

Revestimento externo com fulget. (Foto:Divulgação)

Fulget: trata-se de uma massa de cimento misturada com pedras moídas. É uma opção de piso resistente, fácil de limpar e que não requer manutenção contínua. A única desvantagem é o seu aspecto áspero.

Continuar Lendo  Look branco total: tendência Verão 2014

Deck de madeira: este material deixa a superfície com uma aparência rústica e charmosa. Para evitar o apodrecimento e o ataque de insetos, normalmente o deck é submetido ao processo de autoclave.

Cerâmica rústica: material resistente, duradouro e disponível em diferentes tonalidades. O contrapiso requer impermeabilização e a limpeza se resume no uso de água e detergente neutro. Devido à porosidade, com o tempo a cerâmica pode manchar.

Pedras naturais revestem a área externa. (Foto:Divulgação)

Pedras naturais: o revestimento adquire um bonito aspecto rústico e tem a vantagem de ser antiderrapante. A limpeza requer cautela e, de preferência, precisa ser feita por uma empresa especializada. Entre as pedras mais usadas como piso da área externa, vale ressaltar São Tomé, Pirenópolis e Miracema.

Veja também: Como decorar área externa sem gastar muito

Top