Piso externo antiderrapante

Uma das principais dúvidas que surgem na hora de construir ou reformar é a escolha do piso ideal. As peças que funcionam bem no…

Por Isabella Moretti em 27/01/2012

Pedras naturais revestem as imediações da piscina.

Uma das principais dúvidas que surgem na hora de construir ou reformar é a escolha do piso ideal. As peças que funcionam bem no chão dos ambientes internos nem sempre apresentam resistência para atuar como revestimento da área externa, por isso é importante tomar alguns cuidados e adquirir a melhor opção.

As tecnologias na fabricação de pisos estão se tornando cada vez mais avançadas, aumentando a durabilidade das peças e identificando as necessidades dos moradores. O exterior da casa já conta com várias possibilidades de acabamento, incluindo os pisos que desempenham a função antiderrapante.

Ao revestir a área externa, é possível apostar na combinação de materiais para obter um efeito estético mais bonito. Granito com madeira, pedra portuguesa com cimentício e cimento queimado com madeira são parcerias modernas que funcionam perfeitamente.

Vantagens dos pisos antiderrapantes

Marcados pelo aspecto poroso e irregular, os pisos antiderrapantes precisam de impermeabilização.

Os pisos antiderrapantes são perfeitos para evitar acidentes, como escorregões e quedas. As peças deixam a superfície mais firme e áspera, impedindo o efeito liso ao fazer contado com a água da chuva ou piscina.

Marcados pelo aspecto poroso e irregular, os pisos antiderrapantes podem dificultar a limpeza, por isso necessitam de impermeabilização. O material escolhido para o revestimento horizontal deve ser duradouro e resistente. A compatibilidade do custo com o orçamento disponível também é fator importante.

Principais pisos antiderrapantes para a área externa

– Cimentícios: as peças são fabricadas com concreto e apresentam resistência para suportar fatores climáticos. Além de possuir a estrutura antiderrapante, também são caracterizadas pelo caráter atérmico, ou seja, não concentram calor. Requer limpeza frequente com o auxílio de uma lavadora de alta pressão.

– Pedras: este tipo de material é recorrente no revestimento externo das casas. As peças são irregulares e antiderrapantes, garantindo maior segurança para a área de lazer. A limpeza pode se tornar algo complicado devido à alta porosidade que facilita a absorção.

O mais interessante das pedras naturais está na variedade de tamanhos, desenhos e tonalidades, capazes de deixar o acabamento rústico.

– Mármore: o material consegue combinar características de sofisticação e rusticidade. Para que os pisos possam funcionar na área externa, é necessário que eles sejam levigados, ou seja, um acabamento apropriado para o efeito antiderrapante. As peças de mármore podem manchar com facilidade e necessitam de limpeza periódica.

O deck de madeira é um material de construção moderno.

– Deck de madeira: uma forma de revestimento moderna e charmosa, capaz de suportar as condições de uma área externa com piscina. Conta com a vantagem de não exigir contrapiso para a sua colocação.

– Emborrachados: não possuem um aspecto visualmente interessante, mas ajudam a garantir segurança nos degraus externos e rampas. Uma peça ou outra na área de lazer pode ser bem interessante.

Top