Pílula Contraceptiva Interfere na Memória

Uma pesquisa da Universidade da Califórnia sugere que mulheres que tomam pílulas contraceptivas estão com problemas de memória. Na verdade, o medicamento interfere no…

Uma pesquisa da Universidade da Califórnia sugere que mulheres que tomam pílulas contraceptivas estão com problemas de memória. Na verdade, o medicamento interfere no modo como elas se lembram de algumas informações. O efeito colateral se deve pela grande alteração na parte hormonal do corpo. O modo de recordação de informações pode ser alterado devido ao desiquilíbrio dos hormônios. A pílula anticoncepcional faz parte da vida de milhões de mulheres pelo mundo. Ela, além de prevenir uma gravidez indesejada, “regula” hormônios e pode agir no tratamento de algumas disfunções ginecológicas.

A pílula ajuda a reter o impacto emocional, mas nas pesquisas, as mulheres que tomaram a pílula, tiveram dificuldade de lembrar-se de detalhes de um evento, diferente da outra que não estava com o medicamento. Essa noticia de que a pílula contraceptiva interfere na memória está dando o que falar, mesmo porque, como já foi dito, são milhões de usuárias mundo a fora.

De acordo com o neurobiólogo Larry Cahill, que participou da pesquisa, os hormônios estrogênio e progesterona podem ter relação com esse tipo de memória e são exatamente esses dois compostos que são reduzidos com a pílula contraceptiva. O remédio pode causar diversos pequenos probleminhas, como irritação, principio de depressão, redução do desempenho no trabalho e assim por diante. Talvez seja a forma com que a mulher use o medicamento, pois muitas acabam tomando sem a devida prescrição médica.

Os especialistas afirmam que não necessariamente a pílula anticoncepcional afeta a memória como um todo, mas pode trazer pequenas modificações. Os especialistas envolvidos na pesquisa examinaram como as mulheres se lembravam de um acidente de carro, por exemplo. Aquelas que não estavam tomando a pílula deram mais detalhes, com mais precisão dos fatos. Já aquelas que utilizavam a pílula lembraram-se de forma mais clara o evento traumático, como por exemplo, o fato de que um menino estava envolvido no acidente e pronto!

Leia Também:  Sutiã de rosto promete evitar rugas

Existem ainda inúmeros problemas da pílula contraceptiva que podem ser descobertos, mas os exames ainda estão sendo feitos. São pesquisas em diferentes países, incluindo o Brasil. São mais de 100 milhões de mulheres fazendo o uso do medicamento em todo o mundo. Esses tipos de pesquisas podem explicar muitos fatos, como por exemplo, o porquê dos homens se lembrarem de coisas de uma maneira diferente das mulheres.

 

 

 

Top