Pesquisa Nacional de Saúde: saiba mais

Para que o país possa resolver os seus problemas e investir em novas políticas, é essencial que ele conte com informações seguras para guiar…

Para que o país possa resolver os seus problemas e investir em novas políticas, é essencial que ele conte com informações seguras para guiar suas iniciativas. Estes dados normalmente são reunidos e interpretados através de pesquisas.

O PNS realiza estudos para elaborar inquéritos populacionais sobre saúde. (Foto:Divulgação)

No âmbito da saúde, os inquéritos populacionais elaborados pelo Projeto de Planejamento da Pesquisa Nacional da Saúde já contribuem com a criação de soluções para os problemas dos brasileiros.

O que é a Pesquisa Nacional de Saúde?

A Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) tem como objetivo avaliar o bem-estar físico e mental da população brasileira. A iniciativa valoriza estudos analíticos e experimentais para compreender as necessidades de homens e mulheres, de diferentes faixas etárias.

O projeto PNS começou a receber investimentos significativos a partir da década de 90 e os trabalhos se inspiraram nos países desenvolvidos. Além de traçar um perfil populacional, a Pesquisa Nacional de Saúde também contribuiu muito com o avanço do conhecimento da comunidade científica brasileira.

Resultados servem como indicadores do sistema nacional de saúde. (Foto:Divulgação)

Os resultados das pesquisas realizadas pelo projeto funcionam como indicadores do sistema nacional de saúde. Com base nos inquéritos populacionais elaborados pela PNS, há um crescente empenho de reduzir as desigualdades, identificar as necessidades da população e incentivar estilos de vida mais saudáveis.

Veja também: AIDS preocupa Ministério da Saúde

Novidades para o Plano Nacional de Saúde

O Plano Nacional de Saúde finalmente receberá um grande investimento, graças a uma proposta do Ministério da Saúde em parceria com o IBGE. A nova proposta consiste em traçar o perfil da saúde da população com base nos exames laboratoriais. Através do estudo, o Brasil terá subsídios capazes de direcionar as políticas públicas no âmbito da saúde.

Leia Também:  Sanduíches light para quem está de dieta

A iniciativa é inédita pretende analisar amostras de sangue e urina de 16 mil brasileiros para diagnosticar as principais doenças crônicas. A coleta do material ficará por conta do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, que será responsável por padronizar os exames nas redes de laboratórios coordenadas. Somente para dar conta da logística da coleta, o hospital investirá R$ 5 milhões.

O Plano Nacional de Saúde vai trabalhar também com coleta de sangue e urina. (Foto:Divulgação)

Com o novo recurso de estudo para elaborar inquéritos populacionais, a PNS espera passar por 1,6 mil municípios brasileiros. Além de ceder amostras de sangue e urina para exames, os participantes também terão que responder questionários, concedendo informações sobre hábitos de saúde, peso, altura e pressão.

As coletas da PNS começaram a ser realizadas em março de 2013 e não há uma data certa para o fim desta etapa. Os resultados das análises dos dados levantados com questionários e exames laboratoriais devem ficar prontos um ano após o fim das entrevistas.

Leia mais: Ministério da Saúde lança programa para atendimento médico domiciliar

Top